O incrível, polêmico e tão aguardado clipe de “God is a Woman” finalmente está entre nós! O vídeo foi disponibilizado nesta sexta-feira (13), no Youtube, na conta oficial de Ariana Grande, e, com apenas vinte minutos de lançamento, já contava com mais de 400 mil visualizações.

Antes mesmo da liberação da música e do próprio clipe, a cantora sofreu acusações de vários conservadores religiosos e internautas norte-americanos por blasfêmia, o que não abalou nem um pouco o desempenho do hit e a autoconfiança de Ari, que declarou já esperar críticas e afirmou se sentir grata pela oportunidade de ser quem é e inspirar outros a fazerem o mesmo.

Reprodução/Youtube

A produção, dirigida por Dave Meyers, conta com diversas referências e críticas, todas exploradas pela artista ao longo das filmagens. Com conteúdo histórico e cultural explícito, confira abaixo todos os recados que a princesa do pop quis mostrar aos fãs!

A mulher como centro da vida

Ariana inicia seu videoclipe com o universo em torno de seu útero, órgão que garante a vida, fonte inicial da humanidade.

Reprodução/Youtube

A vagina é um privilégio

Em sequência, a cantora faz alusão ao órgão genital feminino, se colocando na parte central das tinturas, demonstrando que as mulheres são o centro de tudo.

Reprodução/Youtube

Fecundação

Ao aparecer em um cenário branco, levitando sobre uma cama repleta de espuma, Ari retrata a fecundação na parte interna do útero, responsável pela existência de homens e mulheres em nosso universo.

Reprodução/Youtube

Direitos da mulher

A artista faz uma perfeita referência ao “Agriculture aprés l’armistice“, período conhecido como 1ª Guerra Mundial, onde as mulheres ganharam o direito de trabalhar fora de suas casas e votar. Além disso, existe uma alusão a estátua “The Thinker” (1904), ou “O Pensador”, de Auguste Rodin, referente a posição em que Ariana se encontra ao receber críticas e xingamentos dos mais diferentes tipos feitos por homens, o que representa a violência verbal contra a mulher.

Reprodução/Youtube

Cerberus e/ou referência a Harry Potter

Cerberus é um cão de três cabeças, participante da mitologia grega, que guarda os portões do submundo. Existem especulações de que o mesmo representa Madonna, maior artista feminina da história, por ser forte e cruel como ela. Partindo dessa possível interpretação, também constatamos que Ari quis homenagear sua saga favorita, Harry Potter, colocando uma referência a Fluffy, um cão idêntico a Cerberus, participante do primeiro filme.

Reprodução/Youtube

Machismo e fé

Neste ponto do clipe, a cantora retrata a forma como a mulher é o centro de tudo existente, porém é colocada em meio as chamas pelo machismo enraizado na sociedade a séculos. A fé também é representada pela luz da vela (“luz da fé”), que significa ressurreição e a presença de Deus em nossas vidas, com ênfase na presença dele em cada um de nós.

Reprodução/Youtube

Gaea

Gaea é a mãe de todos os deuses gregos, considerada criadora de todas as coisas existentes e deusa primordial. É a terra e a mãe universal. Sua representação ocorre durante todo o vídeo, sendo personificada por Ariana. Na figura abaixo, a artista faz alusão a masturbação, que ainda se mostra um tabu quando remetida as mulheres.

Reprodução/Youtube

Toupeiras

Essa parte foi considerada esquisita e sem significado para muitos, mas nada foi colocado em vão! No momento em que várias toupeiras aparecem gritando, existe uma alusão a um versículo da bíblia: “Os homens fugirão para as cavernas das rochas e para os buracos da terra…

Reprodução/Youtube

Sociedade egípcia

Por meio de imagens em preto e branco, a artista demonstra como as mulheres possuíam direitos igualitários diante dos homens no antigo Egito, o que era uma exclusividade deste império em comparação com as demais civilizações da época.

Reprodução/Youtube

Mãe natureza

Através de flores e gestos, Ari incorpora uma deusa importante em seu clipe, dessa vez da cultura popular, sugerindo a gravidez e a criação da vida. Além disso, a cena também procura representar o “Jardim do Éden“, presente no capítulo da criação, na bíblia.

Reprodução/Youtube

Rômulo e Remo

Com mais uma referência mitológica, a cantora realiza uma releitura da escultura que representa “Rômulo e Remo”, supostos fundadores da civilização romana, que foram alimentados e criados por uma loba.

Reprodução/Youtube

O universo dentro da mulher

Novamente, a artista coloca a mulher como centro do universo, com alusões ao órgão genital feminino e reafirmando que “A mulher tem o universo dentro de si“.

Reprodução/Youtube

Pulp Fiction & Madonna 

Dublada por Ariana, Madonna recita o versículo da bíblia de Ezequiel 25:7, com uma mesclagem da fala de Samuel L. Jackson, no filme “Pulp Fiction“, realizando a troca da palavra “brothers” (irmãos) por “sisters” (irmãs). A cena é responsável por trazer a imagem da ajuda feminina mútua, que deve existir no cotidiano. No versículo citado e apropriado para o clipe, Ari demonstra que não deixará suas iguais serem desafiadas e, assim, você saberá que Deus é uma mulher. Ela representa a força e seu martelo o poder.

“E eu vou atacar com grande vingança e raiva aqueles que tentarem envenenar e destruir minhas irmãs. E você saberá que meu nome é Senhor(a) quando eu colocar minha vingança sobre ti.” 

Reprodução/Youtube

Bastet

A cantora também faz referência a deusa egípcia Bastet, uma divindade solar e representante da fertilidade, além de ser protetora das mulheres e dos gatos e apresentar poder sobre os eclipses solares.

Reprodução/Youtube

Panteão

A cena a seguir representa o Panteão, casa de todos os deuses da antiga Roma, utilizado para retratar o poder feminino.

Reprodução/Youtube

The Handmaid’s Tale e/ou igreja

Esta parte do vídeo pode ter duas interpretações. A primeira, é uma alusão a obra de Margaret Atwood, a série The Handmaid’s Tale, que retrata uma sociedade igualitária, governada por um fundamentalismo religioso que trata as mulheres como propriedade do Estado. A segunda, é o retrato de uma igreja, visto que Ariana se localiza no centro da multidão de mulheres e todas, com as mãos na cabeça, louvam a cantora.

Reprodução/Youtube

Criação de Adão

O videoclipe se encerra com a representação da obra renascentista de Michelangelo, como Deus sendo uma mulher negra. Mais uma vez, o poder feminino é reforçado, colocando a mulher como a primeira opção de Deus ao criar o mundo.

Reprodução/Youtube

A artista se põe como majestade e líder da luta das mulheres contra o patriarcado. Sendo centro do zodíaco e de várias outras divindades, Ari critica todos os momentos em que o machismo apagou a história da mulher.

Após essa dose gigantesca de empoderamento feminino, ou o famoso Girl Power, já podemos perceber que essa produção vai entrar para história da música. Ariana seja louvada!


0 Comments

Deixe uma resposta

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format