Fale conosco

O que vc está procurando?

Filmes

Imperdível! Saiba tudo sobre a passagem de John Green e Nat Wolff pelo Brasil

John Green parou o Brasil com sua passagem, até quem não o conhecia passou a gostar. O autor mostrou uma simpatia inigualável e uma enorme gentileza com seus fãs. Junto com seu protagonista, Nat Wolff, John veio ao Rio de Janeiro para divulgar sua nova adaptação “Cidades de Papel”.

Assim que chegaram a cidade maravilhosa, já atualizaram suas redes sociais nos desejando um belo bom dia em português e não pouparam essa animação durante toda a estadia.

BOM DIA BRASIL!!

Uma foto publicada por John Green (@johngreenwritesbooks) em

Claro que não poderiam perder a oportunidade de aproveitar o que o Rio de Janeiro tem de melhor, logo depois da chegada no Copacabana Palace, Nat e John deram uma passada na praia para aproveitar o belo mar de Copacabana.

Brazil!

Uma foto publicada por Nat & Alex Wolff (@natandalex) em

No dia seguinte a chegada, o FebreTeen teve o prazer de estar na coletiva de imprensa, onde o autor falou bastante sobre os seus pensamentos em relação ao livro e ao filme e o que acha dos fãs brasileiros também. Ele contou que o Brasil é o país onde seus livros são mais vendidos e que ama todo esse carinho.

Não teve preocupação nenhuma com o filme porque confia demais no diretor e principalmente no elenco. John Green nunca se viu sendo maior que outros autores e disse que só queria estar no meio da literatura.

Ao falar um pouco sobre a internet, Nat Wolff disse que ama navegar na web mas acha que a internet pode ser algo perigoso, pois o que você fala lá pode virar eterno e ainda existe o cyberbullying John disse que as pessoas discutem muito na internet e as vezes nem escutam o que os outros têm a dizer.

Além de sempre agradecer pelo carinho, John e Nat foram muito abertos durante a entrevista, brincaram muito e se mostraram muito amigos. Nat até chamou o John de “Meia idade”.

Eles contaram um pouquinho de como era nas gravações. Nat Wolff falou que o elenco se tornou muito próximos, tanto que Justice Smith (Radar) mora com ele em Nova York.

Durante as filmagens, eles ficavam todos no mesmo quarto jogando videogame e se chamavam pelos nomes das personagens, pra ficar um pouco mais real. John ficava grudado no Nat sussurrando suas falas durante as gravações.

John revelou que não pretende escrever livros adultos, mas se sente grato por saber que existem adultos que gostam de seu estilo. Não precisa ser adolescente para gostar de seus livros. Ele também falou sobre amizade entre pessoas diferentes e afirmou que existe sim.

John tem dificuldade de ser amigo de fashionistas, por exemplo, mas mesmo assim faz o seu máximo. Basta você ser aberto e se importar com o pensamento dos outros. Na despedida da entrevista de imprensa, Nat fez uma opera cantando “Obrigado” e John agradeceu a presenta de todos, disse que se sente lisonjeado com todo o carinho que recebeu por aqui.

Ambos tinham outras entrevistas para fazer e a tv Globo realizou um questionário rápido com 25 perguntas inusitadas para John, confira:

Além disso, a emissora também levou três fãs do autor para poder entrevista-lo e foi John que os escolheu em meio de inúmeros vídeos. Confira a entrevista:

Nat infelizmente teve que ir embora mais cedo do Brasil devido a problemas de saúde. O ator começou a passar mal na noite de sábado e voltou para sua cidade na manhã de segunda-feira. Enquanto isso, John cumpriu com sua agenda e foi até a pré-estreia do filme que aconteceu no cinema Odeon.

blogg1

O autor também foi convidado para fazer uma participação especial na novela “Malhação”. Ele contou que nunca se imaginou em uma novela e que foi um dos maiores presentes que o Brasil poderia ter lhe dado.

Amamos ter John Green e Nat Wolff em nosso país, foi uma grande experiência saber mais sobre a nova estreia dos cinemas “Cidades de Papel” e também conhecer mais sobre essas pessoas incríveis que conquistaram todos por onde passavam.

Esperamos que eles tenham tido bons momentos aqui e que voltem sempre. O que acharam da passagem de John e Nat pelo Brasil?