Taylor Swift revela que chorou por ter perdido o Grammy de álbum do ano em 2014

Se você forçar a memória e pensar no Grammy de 2014, provavelmente vai logo se lembrar do anúncio de Álbum do Ano.

Taylor Swift estava concorrendo com seu álbum multi platinado “Red“, mas acabou perdendo para o CD do Daft Punk, “Random Access Memories”. Por uma questão de segundos e sonorização, Taylor e sua equipe acharam que tinham levado o prêmio pra casa. Em entrevista ao Grammy Pro, Swift falou:

Quando eles anunciaram o vencedor foi tipo ‘E o álbum do ano vai para… REEEEEandom Access Memories, Daft Punk!’ Eles realmente puxaram o “reeee”, e por um segundo, eu meio que pensei que tinha ganhado, mas não ganhei.

REEEEandom

“Eu lembro que nem cheguei a ir nas festas pós-Grammy. Fui pra casa, chorei um pouquinho e comi MUITO hambúrguer.”

Tadinha, né? Ela ainda revelou que tinha esperanças de ganhar porque lidou com altas expectativas de todo mundo próximo à ela:

 Todo mundo vinha até mim e dizia ‘oh, você tem tudo pra ganhar, já ganhou, já ganhou’, mas eu queria que eles não tivessem me dito isso, porque no fundo você sabe que outro indicado pode muito bem levar a melhor – e foi o que aconteceu.

taylor-swift-wears-gucci-at-56th-annual-grammy-awards-january-2014_1

Mas como tudo na vida, experiências ruins podem se reverter em grandes lições para seguir. Taylor perdeu o Grammy e virou meme nas redes sociais, mas isso não a impediu de aprender com o que aconteceu.

Você pode seguir algumas opções quando perde algum prêmio. Você pode decidir em pensar que todo mundo está errado, que todo mundo votou errado. Você também pode subir no palco e tirar o microfone da mão de quem tiver ganhado [referindo-se ao que Kanye West fez no VMA 2009], ou então você pode dizer ‘talvez eles estejam certos – talvez eu não tenha feito o grande álbum da minha carreira. Talvez eu precise consertar o problema, que no caso foi não fazer um álbum sonoramente coeso.

E foi a partir dessa experiência que o “1989” surgiu: o álbum de maior sucesso da sua carreira até agora. Agora, resta saber se o mesmo será indicado e vencerá o Grammy de 2016.

Ao todo, Taylor já contabiliza sete gramofones. O último que ela levou pra casa foi o de “Safe And Sound“, vencedor da categoria “Melhor música escrita para um filme”.

tumblr_inline_mmjsrjQ9Na1qz4rgp

Matheus Rodrigues

Editor, redator e moderador geral. Redes sociais: @mxthrodrigues

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.