Fale conosco

O que vc está procurando?

Destaque

Em entrevista exclusiva para o Febre Teen, banda R5 fala sobre o Brasil e novo álbum

Prestes a desembarcar no Brasil para dois shows, um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro, a banda R5 concedeu uma entrevista exclusiva para o Febre Teen!

Conversamos pelo telefone com o fofo Ellington Ratliff, que se mostrou bem animado para visitar a leal R5 Family brasileira! Confira:

 

– A música de vocês mudou um pouco de estilo do “Louder” para o “Sometime Last Night”. O que inspirou vocês para essa mudança?

Eu acho que as pessoas sempre acabam crescendo musicalmente e o “Louder” foi nosso primeiro álbum com nossas primeiras composições, nós estávamos meio que aprendendo ainda. No “Sometime Last Night” nós fomos capazes de criar uma coisa ousando mais, pois já tinham um álbum antes. E as pessoas crescem, é natural que a gente acabe evoluindo nosso som.

 

– E pelo estilo estar diferente, vocês ficaram com algum receio de como seria a reação e aceitação dos fãs com o novo álbum?

Não. Eu na verdade percebi que os fãs ficaram claramente felizes com o novo álbum, nossos fãs são adolescentes.

 

– Vocês sentiram mais liberdade para decidir o que queriam fazer nesse novo álbum em relação ao “Louder”?

Sim, definitivamente. Todo dia nos íamos para o estúdio na Califórnia depois do almoço, e sim, nós tivemos mais liberdade, porque nós pudemos fazer o que queríamos, pudemos colocar influencias italianas, espanholas.

 

– Você consegue definir o “Sometime Last Night” em uma palavra?

Minha palavra seria “eclético”, porque eu sinto que tem diferentes sons no novo álbum, fizemos várias gravações legais, contando muitas histórias diferentes.

 

– De quem foi a ideia e como foi a experiência de ter um clipe dirigido pelo Ross e editado pela Rydel?

Nós queríamos criar um clipe que fosse mais sexy. Foi divertido!

 

– Do novo álbum, qual a música que vocês mais gostam de tocar nos shows?

Eu acho que do novo nós já performamos a maioria das músicas ao vivo, com excessão de uma ou duas. Mas eu adoro tocar as músicas novas ao vivo, porque tem uma nova vibe, uma nova energia. E nós continuamos tocando as músicas antigas com um novo arranjo. Eu acho que a minha música favorita de tocar é “Did You Have Your Fun?”, porque tem um solo e eu fico louco na bateria. Toda vez que tocamos essa música é muito, muito bom.

 

– Há pouco mais de um ano vocês estiveram no Brasil com a turnê “Louder”. Qual a melhor lembrança que vocês possuem daqui?

Eu lembro que nós fomos a um lugar bem grande e tinha carne brasileira e eles serviam no espeto, e eu lembro que foi a melhor refeição que eu já comi nas turnês, em geral. Foi incrível.

 

– No site oficial de vocês aconteceu uma votação para decidir por quais locais a turnê iria passar. Vocês esperavam que o Brasil ficasse entre os primeiros e que voltariam tão rápido para cá?

Sim, sim. Os fãs brasileiros são loucos, em um bom sentido. Eles são malucos, apaixonados. Eles realmente mostram sua admiração. E eles são muito ativos nas nossas redes sociais e nós amamos eles por isso. Quando estivemos aí foi uma experiência louca.

 

– O que vocês não fizeram aqui no Brasil no ano passado que vocês querem fazer esse ano? Conhecer algum lugar, provar alguma comida?

Um lugar que eu quero ir? Eu não sei, eu quero fazer o que as pessoas locais gostam de fazer, comer o que elas comem.

 

– Na nossa entrevista no ano passado ensinamos algumas frases e palavras em português para vocês. Vocês lembram de alguma coisa em português? Aprenderam algo novo para falar para os fãs nos shows aqui?

E – Nós aprendemos algumas no ano passado. Nós estivemos em tantos países durante a turnê passada. Então meu português não está tão bom, eu esqueci um monte de palavras. Qual é a primeira palavra que vocês falam quando encontram alguém?

FT – Você pode dizer “Oi”, que significa “Hi”, e é simples e macio.

E – Oh, ok! “Oi”. Eu sei que eu aprendi bastante da última vez!

FT – Português é bem fácil, você pode tentar quando vim aqui. É muito, muito fácil. Você pode dizer “Oi, tudo bem?”, que significa “Hi, how are you?”

E – Oh, eu sei, eu sei “Saca”, é tipo “switch”?

FT – É, não, não. É tipo espanhol, mas diferente.

E – Ah, ok. Eu não sei, eu aprendi algumas coisas como “obrigada, obrigado”. É a única coisa que consigo lembrar.

– E para finalizar, você pode deixar uma mensagem para os fãs brasileiros?

Brasil, nós estamos tão ansiosos para voltar aí. Não vemos a hora de poder encontrar todos vocês. E para aqueles que gostaram do “Sometime Last Night” se preparem para o show porque será INSANO! E obrigado por apoiarem nossa música. Nós amamos vocês.

Awwwwwn, muito fofo, não é mesmo? Depois desse bate-papo a gente não tá aguentando de ansiedade para os shows do mês que vem!

E se você ainda não tem ingresso, corra e adquira já o seu!