Fale conosco

O que vc está procurando?

Destaque

Veja como os teens reagiram à vitória de Donald Trump nas eleições

Todo mundo sabe que de ontem pra hoje a internet só se fala de uma coisa: eleições para presidente dos Estados Unidos. Infelizmente, indo contra a opção de voto da maioria dos artistas que nós amamos, o candidato Donald Trump venceu Hillary Clinton (sua principal concorrente) e foi eleito pra comandar o país pelos próximos quatro anos.

E é claro que artistas como Ariana Grande, Lauren Jauregui, Miley Cyrus e muitos outros não deixariam de demonstrar a sua indignação nas redes sociais. Pensando nisso, resolvemos reunir nesse post a reação dessa galera que nos faz suspirar, então preparem os lencinhos, por que algumas reações são de partir o coração.

Ariana Grande, que sempre se mostrou estar do lado dos LGBTs, negros e qualquer outro tipo de pessoa que é vítima de preconceitos diariamente, usou o Twitter para dizer que isso é aterrorizante e que estava em lágrimas. Já Lauren Jauregui do Fifth Harmony, que já havia até dado uma pausa no Twitter por ser atacada pelas pessoas que não concordavam com sua escolha de voto, resolveu se manifestar dizendo que estava chocada e envergonhada.

Ainda no Fifth Harmony, Normani Kordei  que é mulher e negra, uma das coisas que Trump mais discrimina – que demonstrou apoio à candidata Hillary Clinton do começo ao fim da campanha, não hesitou em demonstrar que estava surpresa com o resultado. A gata que passou as últimas 48 horas com “#ImWithHer” (Eu Estou com Ela, em português) no nome do seu perfil no Twitter, usou a rede social para perguntar que merda é essa e para responder um tweet de Lauren dizendo que isso tudo não passa de um pesadelo.

E Fifth Harmony não foi o único grupo a se manifestar, já que os meninos do 5 Seconds Of Summer também utilizaram a rede social do passarinho azul para falar sobre o assunto do momento, só que diferente dos outros artistas, ao invés de demonstrarem sua indignação, eles mandaram uma mensagem motivacional aos seus fãs, dizendo que há esperança para o futuro e que esse futuro somos nós. Ainda pediram para não ficarmos em pânico, uns fofos, né?

Demi Lovato, que cantou em vários comícios eleitorais de Clinton e já ganhou até um prêmio como ativista LGBT, usou o Twitter para dizer que estava pedindo a Deus para que ele abençoasse a geração da sua irmã mais nova (Quem não se lembra da pequena Maddie, hein?)

Maia Mitchell, que é imigrante (coisa que Trump também discrimina) nos Estados Unidos, usou o seu perfil para pedir que seus seguidores abraçassem quem eles amam, já que estão todos juntos nessa. E sendo fofa da forma que é, Maia ainda enviou todo o seu amor para as mulheres, negros, LGBTs, muçulmanos e latinos americanos.

Nina Dobrev, que também é imigrante, postou um recadinho para sua mãe, dizendo que estava voltando pra casa – no Canadá. Ainda brincou dizendo que queria o seu quartinho da infância de volta.

A cantora Halsey que sempre costuma espalhar o amor e o encorajamento em suas redes sociais, não pensou duas vezes em expor a sua opinião sobre isso. “Fique com raiva. Envie o amor.” disse a cantora.

Do outro lado do oceano, lá na Europa, o irlandês Niall Horan postou uma mensagem para seus fãs americanos no Twitter, dizendo que a maior lição que podemos levar disso é como os jovens votaram. O muso ainda disse que tem certeza que o povo americano vai ter mais senso (na hora de votar) daqui à 4 anos.

Lembra que falamos lá no começo pra você pegar os lencinhos? Ok, a hora é essa. Miley Cyrus, que é um ser radiante e feito de amor da cabeça aos pés, publicou em seu Facebook um vídeo aos prantos. No vídeo podemos ver ela agradecendo ao Barack Obama por esses oito anos maravilhosos de mudanças que ele causou no país. Ela ainda pediu para que todos se tratassem com amor, paixão e respeito… É bem emocionante… Assista-o abaixo com a tradução* logo em seguida.

“Talvez eu realmente seja diferente e talvez muitas pessoas que estou cercada pensam com o coração e a mente aberta como eu. Eu queria dizer que apoiei bastante todos, menos Donald Trump. Apoiei o Bernie e a Hillary e ainda acho que pela sua história ela merecia ser a primeira mulher presidente e isso me deixa tão triste. Eu queria que ela tivesse a oportunidade porque Hillary lutou por tanto tempo e porque eu acredito ela quando diz que ama esse país. E tudo que ela faz, ela deu a sua vida pra fazer esse país melhor. Donald Trump brinca ironicamente sobre o discurso dela e diz tão ironicamente que ‘você nem sempre tem o que você quer’. Na Happy Hippie (fundação de Miley) aceitamos todos pelo que são, então Trump, eu aceito você e isso é difícil de dizer, eu te aceito como presidente e tá tudo bem, porque eu acho que você… Ah, presidente Obama e primeira Dama, quero agradecer por tudo que fizeram nesses anos. Mas por favor, só tratem as pessoas com amor, paixão e respeito e eu farei o mesmo por você e de qualquer jeito, qualquer coisa que você quiser falar e entender de pessoas que não pensam do mesmo jeito que você e outras pessoas que te apoiam, por favor, eu quero abrir a sua mente e seu coração, eu ia adorar te dar a chave. Muito obrigada Hillary, obrigada por inspirar todos nós.”

*Tradução por Tudo Miley.