Fifth Harmony para Billboard: integrantes recorreram à terapia após saída de Camila Cabello

As meninas da Fifth Harmony lançaram o single “Down” lá no começo de junho, fizeram algumas performances e shows e depois foram curtir a vida. Sim, essa é a prioridade das garotas, de acordo com Dinah Jane, em entrevista para a Billboard que chega as bancas nessa sexta-feira, 14.

“Nós somos jovens mulheres que querem aproveitar a vida invés de ficar trancada em um estúdio 24 horas por dia.”

Há quem diga que a indireta foi recebida por Camila Cabello que após a saída da girlband passou meses trabalhando no seu próprio álbum. Vale frisar que a ideia de aproveitar a vida é muito relativa, hein.

A revista narra a trajetória do grupo formado no X-Factor em 2012 e parece inevitável tocar no nome de Cabello, já que a cantora deixou a formação em dezembro passado para seguir carreira solo. A saída de Camila foi tumultuada com acusações de ambos os lados.

Lauren Jauregui: “Tente experimentar isso”.

Normani Kordei: “Eu vou dormir a noite sabendo que fizemos tudo ao nosso alcance como amigas, colegas de banda e seres humanos”.

Ally Hernandez: “Você não pode mudar as pessoas”.

Dinah Jane: “Vamos apenas dizer que estamos em um lugar melhor agora – não há segredo nesse grupo”.

Para bom entender meia palavra basta! Porém, o desfalque no 5H causou inseguranças. Lauren revelou que até vomitou de ansiedade antes de se apresentar no People’s Choice Awards, pela primeira vez em quarteto. Mas arrasaram! Como continuam arrasando.

Outro assunto que voltou a tona foi o áudio vazado também no fim de 2016 no qual pudemos ouvir Lauren reclamando com Ally que as cantoras eram tratadas como “escravas”. Lolo respondeu:

“Eu não sei de onde aquele áudio veio, mas é isso que o jogo faz com você algumas vezes: te suga.”

Ela falou também que todas aprenderam muito sobre saúde mental no último ano e que às vezes dar uma passo para trás “te faz mais forte”. Dinah disse que elas tinham um time tentando moldá-las em algo que elas não eram e Lauren ainda admite que parte da equipe do grupo tirou vantagem da inexperiência das artistas para fazê-las gravar.

Hoje a marca comercial Fifth Harmony pertence às meninas e não mais a gravadora de Simon Cowell. O acordo foi assinado em abril do ano passado, meses antes de Camila deixar o grupo. A advogada do quarteto disse que não representava a ex-integrante. Mesmo assim, elas garantem que o relacionamento com Epic Records hoje está muito bem. Que elas estão ÓTIMAS não temos dúvidas!

Lauren mais uma vez foi a primeira a confessar que tinha medo pelo futuro do grupo já que todas dedicaram um grande esforço e perderam momentos importantes ao lado da família e amigos pelo trabalho.

“Isso é nossa vida e nossa família. Esse é o trem, e agora está como ‘o condutor vai passar com o carvão ou fomos deixadas aqui para morrer?’”

Também foram necessárias sessões de terapia para superar o medo. Apesar disso todas afirmam que nunca pensaram em adicionar uma nova integrante e que o quinto membro do 5H são os fãs. <3

Cintia Luz Lima

Jornalista - São Paulo, SP

1 comentário

Comentários

Seu email não será publicado.