Fale conosco

O que vc está procurando?

Destaque

Com inspiração em Melanie Martinez e sonho em gravar com Shawn, conheça o cantor nacional Rafael Vidalles!

Se você não conhece esse boy, está MAIS DO QUE NA HORA de conhecer. Ele é multitalentoso, mistura diversas artes em seus trabalhos musicais e está se jogando de cabeça no pop/funk – o que nós amamos!

Rafael Vidalles lançou seu mais recente single há cerca de uma semaninha e já está bombando. O vídeo de “Pirar” tem grande influência da série “American Horror Story“, e além de ser mega bem produzido, a música é cheia de atitude.

Ele cresceu em uma família de músicos, com seu pai tocando violão e sua mãe arrasando no piano, mas sua história com a arte vai além da música. Ele contou para o Febre Teen que seu talento quando novinho era desenhar e pintar.

“Todo mundo pensa que comecei com a música, mas minha primeira arte foi a pintura. Eu era o nerd do colégio que sabia desenhar, e até os 15 anos meu nome era sinônimo de ‘o menino que desenha’.

E se você acha que ele sempre se jogou para o lado do pop, está enganado. Por mais que tenha crescido escutando seu pai tocar Madonna no violão, o gato começou sua jornada musical ao entrar em uma banda de punk-rock, e depois disso foi só sucesso.

“Nesta época meus pais já haviam me ensinado violão e um pouco de piano, e como jovem de espirito anarquista, eu acabei entrando em uma banda de punk-rock. E nessa vibe de shows, guturais e estúdios, comecei a compor pra outras pessoas, inclusive de outros estilos (como Jazz). Quando vi, já estava dentro do olho do furacão, compondo feito louco (pra mim e para os outros), assim fui passeando por diversos estilos, até me encontrar. E hoje estou aqui.“

O Rafa tem um canal no Youtube onde divulga seus clipes e músicas, fala sobre suas experiências de vida – bem youtuber mesmo – e já rolou até cover da canção “Bom”, da Ludmilla, e ele nos disse que tem o funk como uma grande influência musical.

Por falar em influências, ele não pôde deixar de citar Grace Jones, Amy Winehouse, Lady Gaga e Beyoncé. Mas se tivesse que escolher entre cinco artistas teen para gravar uma parceria, ele escolheria Melanie Martinez, Nicki Minaj, Ariana Grande, Shawn Mendes e Demi Lovato. Por sinal, qualquer semelhança na foto a seguir, é mera coincidência.

(Reprodução/Instagram/Kevin Wong)

E como toda boa pessoa nesse mundo, o cantor está viciado na música “New Rules”, da Dua Lipa, mas se pudesse roubar um hit de artista teen, seria do nosso ruivinho, Ed Sheeran, e deu um ÓTIMO motivo para isso.

“’Shape Of You’ do Ed. Porquê com essa música ele conseguiu fazer com que a gente queria amar e sarrar ao mesmo tempo.”

Rafa lançou o seu primeiro single, “Pão Com Ovo”, como um manifesto pois disse que sempre quis usar a arte para comunicar coisas importantes, mas não sabe se as pessoas estão preparadas para encarar a realidade e refletir sobre ela, e nos contou qual atitude “pão com ovo” mais o irrita.

“Pessoas que veêm atitudes racistas, homofóbicas, xenofóbicas e machistas e não fazem nada. Vejo sempre, e é inaceitável. ACORDEM CORDEIROS, é hora de atacar. Se você vê/sofre algo de errado têm o dever de tomar uma atitude, pois o silêncio também é uma resposta.”

E por falar na sua música, nós estamos dando um AMÉM, ALELUIA, OBRIGADA MUNDO, por cada vez mais o pop nacional estar bem representado. Ele enxerga – assim como todos nós – que o cenário mundial tem mais portas abertas para a presença masculina nesse estilo musical do que o Brasil, e claro que devemos mudar isso.

“No cenário mundial, acho bacana, há um ótimo espaço. Já no cenário brasileiro, acredito que o mercado ainda é muito nichado ou regionalizado. Mas podemos mudar isso […] vamos?”

Rafa, que revelou ainda não ter previsão para lançamento de EP ou álbum, falou sobre o que acredita que tem de diferente dos outros artistas que seguem o mesmo estilo no Brasil.

“Talvez a vontade de implementar excelência artística em um gênero tão estigmatizado aqui (seja com a música, a pintura ou dança). Me incomoda o modo como as pessoas se comportam quando o tema é pop ou funk, é como se fossem considerados sub-culturas. Isso tem que parar.”

E para terminar, mas não menos importante, não conseguimos segurar essa pergunta e claro que fizemos. Se o nome dele aparecesse nos jornais amanhã, ele gostaria que o título fosse:

“GAROTO BATE CABELO NA SEDE DA ONU, ENCANTA À TODOS E ACABA OFICIALMENTE COM TODAS AS GUERRAS”

E você, qual seria a sua manchete nos jornais?

Imagem Destaque: Reprodução/Facebook