Ser fã é uma coisa maravilhosa, claro. Na maioria das vezes, quem é fã e acompanha o ídolo (seja na música, na TV ou onde quer que ele atue), acaba conhecendo muita gente e fazendo amizade com outras pessoas que também compartilham o mesmo sentimento. Mas, tem vezes em que “ser fã” passou dos limites. Existe um muro entre “admirar” e “ser obsessivo”?

As celebridades cada vez mais investem em segurança, tanto para eles quanto para os próprios fãs. Há casos de artistas que sofreram atentados, ameaças e até se machucaram por conta da invasão de privacidade. É importante que os fãs pensem que, mesmo que isso faça o artista estar um pouco longe, garante a segurança e a integridade física de todos, seja em shows, eventos, convenções, sessões de autógrafo… É necessário lembrar que eles também são seres humanos normais como qualquer um de nós, e que essa invasão de privacidade e demonstração de obsessividade pode assustar, fazendo com que eles não deem a devida atenção que gostariam de dar aos fãs. E não estão errados em agir assim quando esse “amor” passa dos limites, não é?

Confira as histórias de celebridades que passaram por esse perrengue:

1. Justin Bieber: Uma das histórias que mais repercutiu nas redes sociais nesta semana foi a de Justin Bieber e Luiz Mariz. Parece que o youtuber foi atrás de Justin Bieber enquanto o cantor estava saindo da igreja, e Luiz foi fotografado pelos paparazzis no fundo. Não é a primeira vez que Mariz passou do ponto por Justin, indo à todos os lugares em que o cantor está. No final do ano passado, Luiz invadiu o palco do show de Justin em Portugal, mas não deu nem tempo de encostar no cantor! O youtuber foi retirado pelos seguranças rapidamente. Confira:

A atitude de Luiz Mariz foi reprovada por muitos do fandom do JB nas redes sociais. Muitos acham uma ação desrespeitosa com o próprio artista, que estava em um momento pessoal e íntimo:

Ainda com tantas reclamações da parte da maioria dos fãs, outros não viram lá grande coisa no que Luiz fez, e disseram que fariam a mesma coisa:

Depois do bombardeio de mensagens que Luiz recebeu nas redes sociais, Gustavo Rocha se pronunciou na guerra de opiniões para deixar um recadinho e deu uma alfinetada em Luiz Mariz:

Mariz não deixou barato, marcou Gustavo em um post no Instagram Stories dando seu parecer sobre sua própria atitude:

E Gustavo respondeu:

Depois de tanta confusão, Gustavo Rocha apagou os tweets e disse que estava cansado de discussão. Mas Luiz, parece não reprovar sua atitude, dizendo que o que ele sente pelo Justin é amor mesmo. Eita!

2. Luba: No caso mais recente, uma fã publicou nas redes sociais uma foto da porta do apartamento de Luba, onde a menina foi em busca de uma foto com ele. O youtuber não gostou nada disso, e postou um tweet pedindo aos fãs que parem de invadir a privacidade para querer apenas uma foto com ele ou até mesmo com seus próprios familiares:

A garota respondeu, mas o tweet foi apagado, inclusive a foto que ela havia postado. Ele a desculpou e ainda encerrou o assunto dizendo que fã tem que respeitar o ídolo, mesmo que o sentimento seja algo bom, não é nada legal impedir que seu ídolo tenha uma vida normal por conta de atitudes que possam vir a atrapalhar o dia a dia deles.

3. Kendall Jenner: Recentemente, a modelo conseguiu uma ordem de restrição contra Thomas Hummel, um rapaz que enviava cartas com mensagens desrespeitosas para Kendall há um bom tempo.

4. Kylie Jenner: A irmã de Kendall, há um tempo também já havia passado por uma situação semelhante. Um homem invadiu a casa dela e ficou lá dentro por cerca de 72 horas. Ele também enviou mensagens intimidadoras à Kylie.

5. Selena Gomez: Em um caso um pouco mais chocante, um homem que tinha uma certa obsessão por Selena Gomez foi acusado de assassinar a própria família por causa disso. Daniel Green tinha 40 anos na época do ocorrido, há 4 anos, e publicava frases em suas redes sociais que idolatravam Selena como se ela fizesse parte de seu ciclo de contatos:

Mensagens de Daniel para Selena em suas redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook/Daily Mail)

6. Christina Grimmie: No ano passado, a ex-The Voice Christina Grimmie, foi baleada em uma sessão de autógrafos que fazia em Orlando. O atirador era Kevin James, um rapaz que tinha uma certa obsessão na garota. Segundo alguns sites que divulgaram a identidade de Kevin logo após a morte de Christina, o rapaz já tinha até feito cirurgias estéticas na tentativa de conquistar a cantora.

Snapchat publicado por Christina no dia da sessão de autógrafos em que foi assassinada (Foto: Reprodução/Snapchat)

Pois é, gente! É tanta história que a gente fica até pensando no que é certo ou errado. E você, o que acha disso? Existe uma linha tênue entre o amor e a obsessão? É possível que cada um se coloque no seu lugar e entenda que os ídolos precisam ter uma vida pessoal e que nenhum fã pode interferir nisso?

Giovana Sobral

A mana que manja do sertanejo, mas nem parece.


COMENTÁRIOS