Fale conosco

O que vc está procurando?

Destaque

Saiba para quem foram feitas algumas músicas do álbum de Camila Cabello

(Reprodução/Guess)

Não podemos negar que a Camila Cabello é uma ótima compositora e na semana passada, a fada finalmente lançou o seu debut álbum, intitulado, “Camila”.

O novo álbum contém 11 faixas, sendo a maioria delas feita pela própria Camila, então resolvemos pensar e tentar entender as letras, o que estão por trás delas. Durante o período de criação do álbum, a cantora contou que é um álbum extremamente sincero e honesto. Então vamos lá.

 

Mesmo não fazendo parte do álbum, precisamos falar sobre “I Have Questions”. Você sabia que a música foi feita em um banheiro em São Paulo? E que ela fala sobre uma amizade?

Apesar de parecer uma canção sobre o término de um namoro, a artista revelou recentemente durante uma entrevista que ela é na verdade sobre uma amizade profunda.

“Essa música em específico não é sobre um garoto, não é um término de namoro. É mais sobre uma amizade. Definitivamente, há um ponto em que você acorda e percebe que isso não te magoa mais como antes, e esse é um sentimento tão bom”

E aí, qual a sua opinião, a música seria uma indireta pra quem?

Vamos começar por “In The Dark”, onde a cantora revelou que a ideia aconteceu após uma after party do Grammys, no qual ela esteve presente em 2017. A música seria uma observação após um “flerte” com um “cara famoso”. Ela aproveitou e explicou um pouquinho sobre:

“Eu estava percebendo que na maior parte das vezes há essa fachada com pessoas que são celebridades e elas meio que não se desfazem disso, é sempre uma performance. Eu não quero me apaixonar por um nome ou por que você é famoso ou quem você é. Eu quero conhecer uma pessoa real. Perfeição é tão chato.” Camila descreveu a história da música como uma “miragem”.

“She Loves Control”, e possível próximo single.

 “Para mim, ela é sobre controle criativo e apenas ter controle da minha vida. Definitivamente eu amo ter controle da minha carreira e ter o controle criativo. Além disso é ótima a sensação de decidir e ter o que você quer.” Comentou Camila durante uma entrevista.

Podemos notar que ela quis explicar o que aconteceu durante a sua carreira no Fifth Harmony, Camila contou que não conseguia usar as suas composições e mostrar o seu devido talento, como as suas composições.

Mas espera, será que é só “She Loves Control” que é sobre o Fifth Harmony?

Chegou a vez de “Something’s Gotta Give”, a letra possui um refrão forte, como “something’s gotta change, but I know that it won’t. No reason to stay is a good reason to go, is a good reason to go”. Ela pode estar contando como tudo começou, sobre algo ter que mudar e como ela tomou a decisão de “ir”. “Alguém tem que mudar, mas eu sei que não vai, nenhuma razão para ficar é uma boa razão para ir, é uma boa razão para ir.” E como diz a letra, “we should know by now”.

“Consequences”, uma das mais queridinhas entre os fãs. A faixa nada mais é do que uma analise sobre confiança, amor e as consequências de que isso pode causar. A letra traz uma melodia profunda e com muitas partes marcantes, como a frase “a steady place to let down my defenses, but loving you had consequences”. A letra soa como um desabafo, exemplo, um lugar secreto para “eu ser eu mesma mas isso teve uma grande consequência e foi idiota”. Será que durante os 4 anos de Fifth Harmony, Camila se envolveu secretamente com alguém?

Camila disse que o seu primeiro álbum é algo real, como “desabafos”, ela mostrou ser mais real para que todos possam ver o que ela estava sentindo durante toda a criação. A música “All These Years” é uma das músicas mais leves do álbum, apesar de trazer uma melodia alegre, possui um desabafo muito grande entre as letras. Ela conta sobre um amor e todas as suas características e que ainda, apesar de todos esses anos, ela continua apaixonada. Podemos notar que a fada estava vivendo um amor intenso durante a criação do “Camila”e não soube como lidar com o termino.

E pra finalizar, “Never Be The Same” e “Real Friends”. Como o nome já diz, nada será igual. O antigo nome do álbum, tinha um conceito, “The Hurting, The Healing, The Loving”, que se transformou em uma grande forma de amadurecimento para a cantora, onde ela diz que seria mais real e conta toda a sua dor passada. “Camila”, representa nada menos do que ela mesma, sendo, finalmente, a artista Camila Cabello.

Não deixe de escutar esse álbum incrível, e a entrevista super divertida que fizemos com a nossa cubana favorita. O vídeo está super divertido e ainda conta com a Camila cantando em português e mostrando o seu lado fã com duas artistas B-R-A-S-I-L-E-I-R-A-S e muito mais.