“Love, Simon” é a adaptação do livro “Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens”, da escritora Becky Albertalli, publicado no Brasil pela editora Intrínseca. A história foca na adolescência de Simon (Nick Robinson), que enfrenta o temor de “sair do armário” para todos os seus amigos e família, até então, descobre que um outro adolescente anônimo no mesmo colégio também é gay, e começa a se comunicar com ele pela internet e acaba se apaixonando, mas acidentalmente, um garoto do colégio descobre o seu maior segredo e o ameaça.

A história tem como objetivo tentar ajudar os jovens a lidarem com sua orientação sexual de forma mais natural, e vem recebendo boas críticas e ajudando pessoas que passam pela mesma situação e evitando falar sobre o assunto, seja por medo, insegurança, vergonha ou preconceito. Porém, todos merecem respeito e poder viver uma grande história de amor.

 

 

 

 

E é o caso de alguns atores do filme, que revelaram publicamente serem homossexuais após a gravação.

Em entrevista à Ellen Degeneres, o ator Nick Robinson (Simon) contou que seu irmão revelou à família que era gay enquanto ele estava gravando o filme: “Uma das melhores coisas que aconteceram por causa desse filme foi que eu conseguir falar com meu irmão (sobre isso). Acho que a força de um filme como esse é que ele é capaz de de abrir diálogos, então espero que isso ajude outras pessoas”.

Joey Pollari: “Eu acho que todos meus amigos e familiares sabiam em algum nível. Talvez duas pessoas tenham ficado chocadas. A única parte difícil era que eu estivesse comigo mesmo. E acho que essa é a saída mais difícil… minha mãe sabia. Ela colocou dicas para mim em todos os lugares”.

Keiynan Lonsdale: “Há tantas histórias LGBT bonitas que foram feitas e ouvimos muito sobre o desgosto e o sofrimento, porque é muito, muito real”, disse ele à ET. “Mas a vida pode ser realmente incrível, e quando você é você mesmo, você não precisa perder todo esse tempo tentando ser outra coisa. Como, é algo que vale a pena celebrar. O filme não é apenas borbulhante e feliz porque tudo é ótimo, é uma celebração porque você passou por essa jornada”. Você passou por essas dificuldades, passou por todas essas coisas. Você pode sorrir agora. Você pode respirar”.

O filme chega aos cinemas nacionais no 5 de abril! E lembre-se, todo mundo merece uma grande história de amor!

<

André Luiz Freitas

21 anos, paulista, viciado em músicas, séries, filmes e shows de artistas pop. Instagram: @andrluizfreitas


COMENTÁRIOS