Alessia Cara fala sobre peso da fama: “Eu tenho que sorrir o tempo todo”

Possuindo apenas 22 anos e um coração enorme, Alessia Cara, vencedora do Grammy de Artista Revelação por seu álbum de estreia e  grandes hits, como “Here” e Stay”, começou a carreira mostrando ser totalmente diferente do que se espera de uma cantora pop atual, usando pouca maquiagem, sem grandes figurinos e mostrando ser uma “garota normal” com letras emocionantes sobre auto-descobertas e amar a si mesmo.

Pronta para mostrar ao mundo seu segundo álbum “The Pains of Growing”, seu trabalho mais pessoal, sendo todas as músicas compostas por ela, Alessia concedeu uma entrevista para a Equipe Febre Teen e contou um pouco sobre o que está por trás das suas músicas, detalhes sobre o seu novo álbum, sobre o amor dos fãs e muito mais!

‘Growing Pains’ é sobre os momentos em que a cantora se sentiu triste e em momentos baixos da vida, contou também que é importante não falar apenas sobre seus aspectos positivos, perguntamos por quê se tornou tão importante abordar esses temas com o público e especialmente para os fãs.

É muito importante para mim. Eu acredito que devemos falar tanto das coisas negativas, quanto das coisas positivas, porque as vezes estamos passando por momentos negativos, e esquecemos que tem outras pessoas passando por isso também! Eu acho bom poder falar sobre estar triste, falar sobre momentos difíceis.

“Know-It-All” foi um grande sucesso e continua sendo um grande marco para a música pop atual e “The Pains of Growing” é o seu trabalho mais sincero, mas como ela definiria o segundo álbum?

É um álbum sobre dor e transições, cheio de emoções. Tem momentos alegres, tristes, e várias emoções que eu sentia, e eu espero que as pessoas possam se conectar com ele.

A fama nem sempre é vista como algo bom, muitas vezes acaba gerando um pequeno desconforto. Em entrevistas passadas, a cantora havia contado que nunca foi a pessoa de atrair atenção para si mesma e que se sente ansiosa ao ter fãs se aproximando, para tirar fotos ou até mesmo para conhece-la. Durante a entrevista, perguntamos como ela se sente em relação a fama e como ela lida com a sua ansiedade hoje?

É difícil muitas vezes, porque eu não estou muito acostumada ainda. Eu fico ansioso. Bom, eu tenho ansiedade, e tem dias que são muito difíceis, porque eu tenho que sorrir o tempo todo, e não quero que as pessoas vejam que eu estava choram. É complicado. Nós passamos por coisas complicadas assim como todo mundo, e eu ainda sou uma pessoa muito tímida, acredite ou não. Tenho sorte de ter meus fãs comigo, que me entendem e se preocupam comigo.


O Grammy é um dos principais prêmios do mundo da música, além de concorrer a 4 categorias, Alessia ganhou como Artista Revelação pelo seu álbum de estreia, mas será que ela sentiu a pressão de algum modo depois de ganhar o prêmio? E uma curiosidade, onde será que ela guarda os seus prêmios?

Eu guardo no meu sótão, onde eu deixo todos os meus prêmios. Eu não senti muita pressão. Sei o quão importante é esse prêmio, mas eu sei que não é tudo, que o importante não é o quanto você ganha. Eu sempre penso em fazer música, e não em ganhar prêmios.

‘Little More’ é uma das canções mais queridas pelos fãs, mas da onde surgiu a inspiração?

É uma música muito pessoal. É quando eu me sentia muito insegura, tinha medo das pessoas.


Você ama música e ama cantar, então você consegue uma gravadora pra te apoiar. Depois disso, você lança um single e ele simplesmente explode. Em seguida, ninguém menos que Taylor Swift posta uma lista de músicas e, entre elas, está você e uma de suas canções, além disso, Taylor te convida para participar de um dos shows da turnê. E tudo isso aconteceu quando a canadense tinha apenas 18 anos, mas como foi para Alessia entrar na vida adulta diante dos olhares do mundo todo.

Foi um pouco complicado, porque eu sempre tive pessoas opinando sobre tudo. Já é difícil crescer, então imagina com todos te olhando. Mas eu sempre soube dividir a fama com a minha vida particular.


“The Pains of Growing” finalmente está entre nós, e claro que não íamos deixar de perguntar sobre os shows, planos para turnês e que muitos fãs brasileiros esperam um show no Brasil.

Eu devia ter ido para o Brasil esse ano para fazer algumas promoções. Mas eu quero muito ir, eu sempre tive vontade de ir para o Brasil, conhecer meus fãs.Talvez na próxima turnê, eu não tenho certeza ainda, mas eu espero que seja em breve!

Para finalizar, pedimos para Alessia deixar um recadinho para os seus fãs brasileiros!

Eu espero que seja um álbum que ajude vocês com seus sentimentos, quando vocês estiverem tristes, em casa, no carro. Esse álbum é para vocês, e eu espero que vocês gostem.

Entrevista: Felipe Leite
Matéria: André Luiz Freitas
André Luiz Freitas

21 anos, paulista, viciado em músicas, séries, filmes e shows de artistas pop. Instagram: @andrluizfreitas

Não há comentários ainda

Deixe uma resposta

Copyright ©2019, Febre Teen - Todos os direitos reservados | Inovalize