Foto/Destaque Priscilla Alcantara Na Mira por Mateus Aguiar

O céu é o limite para Priscilla Alcântara e seu novo álbum “Gente”


Muitos de nós temos uma forte lembrança de Priscilla Alcântara ainda menina como estrela de um programa de televisão infantil, outros, a conhecem como um dos nomes mais fortes e presentes na música Gospel brasileira. Levando o amor e palavra do evangelho, Priscilla vem sendo uma forte influencia no coração dos jovens brasileiros.

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Jaqueta metalizada: Renner / Vestido bordado: Vitor Zerbinato

Iniciando uma nova fase em sua carreira, seu novo álbum “Gente” vem sendo um grande sucesso já que em menos de 24 horas o novo disco registrou mais de 685 mil streams nas plataformas de áudios e bateu recorde antes mesmo de ser lançado, simplesmente foi a melhor campanha de pré-save da Sony Music. Agora, com apenas 2 semana após seu lançamento, o disco já conta com mais de 25 milhões de plays, apenas no Spotify. Isso se chama: Talento.

Usando sua voz para mostrar o amor de JesusPriscilla quer alcançar um público mais amplo, mostrando um outro lado da comunidade evangélica. Em um momento de tanto radicalismo e dias sombrios, ela vem buscando a união entre os diferentes.

A artista topou participar do “Na Mira” do Febre Teen e fez uma sessão de fotos maravilhosas para nós e contou tudo sobre sua carreira: do início na TV aos seus objetivos como cantora e suas maiores influências, incluindo Selena Gomez.

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Jaqueta metalizada: Renner / Vestido bordado: Vitor Zerbinato

Nascida em São Paulo, a estrela revelou que nunca havia pensado em trabalhar na televisão, até participar de um concurso musical, antes de ser chamada para apresentar o “Bom Dia & Cia”. Foi o Celso Portiolli quem descobriu o seu talento natural, e então, a convidou para alguns testes em frente a câmera. Os testes foram parar nas mãos de Silvio Santos, e Priscilla virou um dos principais rostos da telinha nas manhãs de uma enorme geração.

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Vestido mostarda Lina.Brand Ankle / Bota: Vizzano / Joias: Laura Marchi

O engraçado é que Pri sabe que sua fase no SBT vai ficar marcada para sempre: até hoje ela escuta alguém soltando um ‘Playstation! Playstation! Playstation!’ em referência ao prêmio mais cobiçado da sua época no “Bom Dia & Cia”.

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Jaqueta metalizada: Renner / Vestido: Tachas Luleg

A paulistana ficou no ar por quase 8 anos, garantindo uma forte representação e se tornando uma das maiores audiências das manhãs para a emissora de Silvio. Apesar disso, a cantora descobriu de um jeito inusitado que deixaria o programa infantil e claro que ela nos contou, detalhadamente, sobre o acontecido.

“Foi bem estranho. Eu vi uma matéria no Twitter dizendo que Priscila e Yudi iam sair [do programa], mas nós não tínhamos sido comunicados. E na televisão acontece de informações vazarem. No dia seguinte a direção [do SBT] nos chamou e contou que era isso mesmo. Eu me senti um pouco estranha porque foi uma rotina de quase oito anos, mas eu fiquei feliz porque eu sabia que seria o início de um novo ciclo e se eu não tivesse saído da televisão não estaria tão bem na música, então agora eu posso me dedicar ao que eu sempre sonhei.”

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Vestido renda: Renner / Parka preta: Forum / Chocker: Lucas Regal / Bota verniz branca: Moleca

Após uma porta se fechar, outra muito maior, se abriu. Logo após deixar a emissora, descobriu sua vocação para cantar. Nesta fase, seus pais cantavam na igreja e aos seis anos de idade, a pequena começou a participar de eventos musicais. Apesar de não ser vista diariamente na TV, a cantora sentiu que sua popularidade pela sua própria personalidade e interesses pessoais aumentou na internet logo depois de deixar o canal de Silvio, ajudando a consolidar seu nome no mundo da música.

“Com seis anos eu olhava para os meus pais e falava: ‘eu vou ser cantora, nós vamos gravar uma demo de três músicas, nós vamos mostrar [a demo] para as gravadoras e alguma vai me contratar’.”

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Vestido mostarda Lina.Brand Ankle / Bota: Vizzano / Joias: Laura Marchi

Seu novo álbum é a prova do forte talento presente em sua voz, após o lançamento, recebeu grandes elogios públicos de gente como IZA, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Leandro BuennoBruna Marquezine, Maisa, e muito mais! Após esses grandes nomes da música brasileira terem demonstrado admiração a sua música, teremos uma colaboração?

“Minha visão é assim, eu gosto de colaborar e fazer aquilo que eu acredito. Então eu tenho um próximo projeto mas vai demorar um pouquinho, primeiro vamos curtir “Gente”, mas nesse álbum todo mundo achou que ia ter algumas colaborações e acabou que não encontrei tipo, não sei, eu realmente tenho que sentir essa pessoa, essa pessoa que entendeu a minha visão. Eu não quero trazer isso diretamente para o meu trabalho, eu quero trazer algo realmente com uma conexão, então quando eu encontrar um artista e tiver uma oportunidade oportuna, uma música legal, uma coisa que eu acredite e ele também, eu acho que vai ser muito legal.”

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Vestido mostarda Lina.Brand Ankle / Bota: Vizzano / Joias: Laura Marchi

O caminho seguido por ela, na música, segue sólido e claro, já que ela sempre ressalta a sua fé no cristianismo. A sua ida para o gênero gospel, portanto, foi algo natural a partir da sua “cosmovisão”, como prefere destacar. Antes de tudo, porém, Alcântara é uma cantora versátil e gostaria de levar suas canções para além do mundo gospel.

“O gospel vem disso, independente do tema que eu falar, será baseado no cristianismo. O pop é o gênero que sonoramente me atrai. Eu fiz ‘Me Refez’ mais R&B, tem referência do Jazz e do Soul e é menos pop, porque vocalmente são as minhas maiores influências.”

Foto por: Talita Alencar / Blusa correntes: Patricia Fields / Saia de tule: My Favorites / Flat verniz: Vizzano

Mostrando mais uma vez ser um ser humano de luz, Pri contou um pouquinho sobre o que “Gente” representa e o verdadeiro significado da sua mensagem.

“Vontade de deixar mais claro quem eu quero que seja o público alvo daquilo que eu faço e também da minha vontade de ampliar a minha comunicação com as pessoas. Eu carrego um conteúdo, mas eu acredito que o mesmo conteúdo pode ser carregado por veículos diferentes, isso é tão evangelho, vendo e analisando por exemplo, pelas 12 pessoas que seguiam Jesus, cada uma era muito diferente da outra, tinha suas características e suas personalidades mas Cristo deu o mesmo conteúdo do evangelho para cada uma delas disseminar esse conteúdo conforme o veículo que elas eram, eu me interesso muito por essa abordagem e queria deixar isso muito claro nesse álbum, por isso aprimorei o meu jeito de compor de escrever músicas, as temáticas que eu uso para expandir a comunicação, para eu conseguir me comunicar com mais pessoas, e isso tem dado muito certo e os resultados têm sido muitos positivos, vêm sendo incrível ver o que a gente pode fazer usando nossa criatividade, para propagar o nosso conteúdo que a gente carrega.”

Foto por: Talita Alencar / Blusa correntes: Patricia Fields / Saia de tule: My Favorites / Flat verniz: Vizzano

Já as suas composições, como ela revela, surgem de experiências pessoais. Ela contou que nos últimos meses tem vivido momentos muito fortes que a inspiram a escrever novas músicas “dos insights estando na presença de Deus”. Assim como sempre destaca sua fé, Priscilla costuma deixar claro suas crenças de forma madura, inclusive para quem vê a religião de modo diferente do seu.

“Eu sempre falo que Jesus não é uma religião, Ele é uma pessoa e você não é capaz de se relacionar com uma religião, mas com uma pessoa sim. É nisso que difere Cristo e religião. As religiões ao meu modo de ver foram a forma que o homem encontrou para encontrar Deus e Cristo foi Deus querendo encontrar novamente o homem. A Bíblia me ensinou a diferença [entre Deus e religião], tem uma passagem lá: ‘se vocês querem ter uma religião, que a religião seja cuidar dos órfãos, das viúvas e apartar-se do mal.”

Na Mira – Foto: Mateus Aguiar / Vestido L’etage / Tênis plataforma: Vizzano / Joias: Laura Marchi

Além de cantar e falar abertamente sobre sua fé, Pri acredita que a forma como os mais jovens lidam com a religião também mudou com o tempo. Se antes, as pessoas sofriam perseguição até no cristianismo, hoje o estereótipo cristão passou a perder espaço. O assunto sai muito fácil para a cantora.

“Eu fico com cara de tonta quando eu falo sobre isso, pois eu sou muito apaixonada. No dia que eu entendi que Ele [Jesus] é uma pessoa tudo mudou. Ele é mais real do que vocês que estão aqui comigo. A gente troca ideia o dia inteiro. Eu choro e reclamo para Ele, eu falo de todas as minhas loucuras, então Cristo foi a porta que me abriu para encontrar Deus.”

Na Mira – Foto: Mateus Aguiar / Vestido L’etage / Tênis plataforma: Vizzano / Joias: Laura Marchi

Ela cita até Selena Gomez e Justin Bieber como exemplos de pessoas de sucesso e jovens que falam abertamente sobre sua fé, sem medo do preconceito. Os dois cantores sempre fazem referências a Jesus inclusive em seus trabalhos na música. Porém, ano passado Priscilla teve seu nome envolvido em polêmica por simplesmente ir ao Lollapalooza, festival musical que tem edições por várias cidades e recebe diversos músicos do mundo todo.

“Se fosse hoje talvez eu não tivesse exposto como eu expus, mas por cuidado e respeito com os jovens cristãos que não têm muita maturidade e acabem indo e fazendo coisas contrárias à fé deles. Eu sempre estive num meio de pessoas diferentes, trabalhando com pessoas de fé diferente da minha, então é muito natural eu estar nesses lugares e manter protegida a minha fé. Então independente do meio em que você estiver, você saiba daquilo que você acredita e não pode vender isso nem seja vulnerável em relação àquilo que você crê. A galera acabou interpretando de outra forma, mas tudo bem também, cada um tem sua linha de raciocínio.”

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Blusa correntes: Patricia Fields / Saia de tule: My Favorites / Flat verniz: Vizzano

Sua influência é enorme. Priscilla tem mais de 10 milhões de seguidores em suas redes sociais, por isso, a repercussão do episódio foi gigante. Apesar dos inúmeros comentários gerados em torno do assunto, a artista não vê como perseguição a polêmica e sim como “cosmovisões diferentes”. Levando o amor de Deus aos seus seguidores, a cantora conquistou uma forte onda de fãs, incluindo os da comunidade LGBT. Durante uma conversa com um fã, em seu pocket show, a cantora mostrou ser a favor do amor e nos comoveu com a maneira de pensar.

Antes de eu ser evangélica ou antes do fulano ser da comunidade LGBT, a gente é gente. E toda gente carece de amor, e eu acredito que o amor de Deus está disponível sobre toda a gente. Eu sei o quanto Deus é sedento por amar pessoas, são pessoas, e eu fico muito feliz de ter a oportunidade de pregar o amor de Deus para pessoas que muitas vezes foram excluídas desse amor. A compreensão de determinadas coisas não é um ser humano que vai trazer para o outro, isso é de Deus para o ser humano e é isso que eu espero que aconteça. A minha parte é plantar sementes e esperar que o espírito santo regue, então é assim que eu faço com todo mundo, não só com pessoas da comunidade LGBTs, mas com qualquer pessoa, eu tenho um público diversificado de várias religiões, é a minha função é falar o quanto Deus te ama. O que você vai fazer com isso? Eu não sei. Claro que a gente está disposta a cultivar essa semente, que eu ajudo as pessoas a plantarem. Então eu acho isso incrível que eu esteja conseguindo falar do amor de Deus para essas pessoas e que elas estão confiando receber de mim essa mensagem, isso é uma honra.

Na Mira – Foto por: Mateus Aguiar / Blusa correntes: Patricia Fields / Saia de tule: My Favorites / Flat verniz: Vizzano

Se sua fé também é uma das suas marcas registradas, sua música reflete isso, mas seu novo álbum mostrou um novo lado da artista. A cantora definiu seu novo trabalho como um material muito “humano” e contou que é o fruto da sua experiencia. Presentes no novo disco, “Me Refez”, “Liberdade” e “Inteiro” tem um forte significado para ela e para os seus fãs, mas as músicas faziam parte do seu novo trabalho?

“Na verdade eu tive que viver e experimentar coisas para eu produzir esse conteúdo. Então isso exigiu muito de mim, para eu entender certas coisas. Eu tive que passar por experiências emocionais para poder escrever sobre elas, e criar familiaridade, gerar identificação com outras pessoas que passam pelo mesmo, eu dependi muito de um processo pessoal para desenvolver isso.

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Vestido renda: Renner / Parka preta: Forum / Chocker: Lucas Regal / Bota verniz branca: Moleca

Para ilustrar a mensagem que as músicas da Priscilla querem passar a todos, convidamos o designer Lucas Dias (@Bluedias) para representar suas 3 músicas favoritas do álbum “Gente” com sua arte e o resultado foi incrível. – Clique nas imagens para aumentar. 

A faixa “Me Refez”, seu último single, fala do seu primeiro encontro com Deus e já conta com mais de 2 milhões de execuções apenas no Spotify. Seu clipe tem quase 8 milhões de visualizações no YouTube. Ela foi o carro-chefe para a mudança sonora na carreira de Priscilla com uma influência mais R&B. Já o vídeo belíssimo para essa música representa o que ela sempre quis visualmente e traz o parceiro de longa data Yudi Tamashiro na coreografia. Após o enorme sucesso, a cantora adiantou que “Empatia” será o seu novo projeto. Ansioso?

Foto por: Talita Alencar / Blusa correntes: Patricia Fields / Saia de tule: My Favorites / Flat verniz: Vizzano

Seu novo disco vem quebrando barreiras e conquistando o seu devido conhecimento. Mas será que ele é a única versão? Ou teremos um acústico?

Eu acho quando você está na performance, você está no meio da performance e eu sou uma pessoa muito perfeccionista. Amo focar no vocal, sabe? E às vezes na performance eu estou tão envolvida ali com os movimentos, com a banda e o público, acaba não focando no vocal, e eu amo focar no vocal. Voltar toda a sensibilidade que eu tenho toda a técnica que eu puder, e eu me divirto fazendo isso. E onde eu consigo fazer isso é no acústico né, onde tem menos elementos, trabalhar melhor a minha voz.

Entre as suas maiores referências estão escritores como C.S. Lewis, famoso mundialmente por “As Crônicas de Nárnia”, Michael Jackson que é citado como sua maior influência musical, além de seus próprios pais: “exemplos de fé e de conduta”.

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Vestido renda: Renner / Parka preta: Forum / Chocker: Lucas Regal / Bota verniz branca: Moleca

Sobre o ensaio do Na Mira, a sua inspiração foi Selena Gomez. Priscilla destaca que admira como a americana não tem vergonha de expressar sua fé e se mostra uma pessoa muito autêntica, e por isso, merece a enorme quantidade de fãs que tem.

“É muito bonito ver alguém tão real num meio tão irreal que é esse da mídia.”

Isso nos fez pensar… como seria um dia livre de Priscilla e Selena?

“Eu gostaria de tomar um chá e falar da vida, ela parece ser uma pessoa incrível de conversar, é tão cheia de conteúdo.”

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Vestido renda: Renner / Parka preta: Forum / Chocker: Lucas Regal / Bota verniz branca: Moleca

Enquanto esse dia não chega, Pri espera que sua mensagem e de todos os cristãos por meio da arte alcance o maior número possível de pessoas. Ela reconhece que encontra dificuldade em fazer que sua música entre em mais lugares pelas barreiras impostas à música gospel.

“Eu quero que os cristãos voltem a valorizar a arte e voltem a ter voz no meio artístico, por muito tempo isso foi perdido e a arte cristã ficou dentro de uma bolha.”

Na Mira – Foto por: Talita Alencar / Jaqueta metalizada: Renner / Vestido: Tachas Luleg

No fim, a cantora se mostrou muito gente como a gente. Quer apostar? Olha só:

“É um mito que as pessoas veem nas redes sociais de que os artistas não expõem seu lado doloroso. Eu acho que isso tem até diminuído, porque os artistas tem visto que isso não é nada positivo esconder essa nossa humanidade, então eu quero que quando você olhe pra mim, você veja alguém parecido com você.”

Toda essa conexão com a artista nos despertou uma grande curiosidade por seus novos passos na carreira. O álbum “Gente” está aí, conquistando crentes e gente de todas as religiões, e a artista não para, já está trabalhando em um novo projeto que não deve demorar muito para sair.

Priscilla, o mundo é seu!

NA MIRA – FEBRE TEEN: Priscilla Alcântara
Editor responsável:
Cauê Lopes (@kauemoody)

Fotografia:
Talita Alencar (@talitaalencar) & Mateus Aguiar (@mateusaguiar)

Edição de fotografia:
Talita Alencar (@talitaalencar), Mateus Aguiar (@mateusaguiar) & Cauê Lopes (@kauemoody)

Edição de moda e styling:
Caio Gobbi (@gobbiland)

Maquiagem:
Natalia Souza (@nataliasouzamakeup)

Cabelo & Penteado:
Thaís Goulart (@fios_e_arte)

Matéria:
Cintia Luz (@ciluzlima) & André Luiz Freitas (@andrluizfreitas)

Revisor:
Matheus Rodrigues (@mxthrodrigues)

Edição de vídeo:
Karen Cesar (@karencesar_)

Entrevista:

Cintia Luz (@ciluzlima) & Beatriz Catarina (@catzeagler)


Cintia Luz Lima
Jornalista - São Paulo, SP

One Comment

Deixe uma resposta

Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Countdown
The Classic Internet Countdowns
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format