Lollapalooza 2019: momentos inesquecíveis e palcos evacuados, confira o que teve

Nos dias 5, 6 e 7 de abril o Brasil recebeu mais uma edição do mega festival Lollapalooza. O evento aconteceu no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e recebeu artistas dos mais variados estilos além de contar com muitas outras atrações além dos shows.

O festival promovido pela T4F começou na sexta-feira com a temperatura lá nas alturas e o som mais alto ainda do MAZ, produtor e DJ carioca. No line-up tinha show para todos os gostos e os rapazes da Scalene levantaram o público no comecinho da tarde. Troye Sivan e The 1975 eram os mais aguardados entre os fãs de pop. Sam Smith e Artic Monkeys foram os pontos altos da noite e cantaram seus hits para uma multidão de 78 mil pessoas.

O sábado foi um dia mais agitado para a organização. Às 14 horas os shows foram interrompidos pela previsão de uma ventania e tempestade na região. O público foi afastado nas áreas dos palcos e a chuva caiu sem dó em seguida. Por segurança, os shows de Rashid, Silva, LANY e DUBDOGS com Victor Kley foram cancelados no dia. Victor teve seu show reprogramado para o dia seguinte pela organização. <3 

Felizmente, São Pedro ajudou um pouco e às 16 horas a chuva diminuiu e as apresentações seguiram como previsto. Mesmo debaixo de garoa, o público estava animado no set do Gryffin no palco Perry.

No palco Onyx, Bring Me The Horizon agitou os fãs de screamo. Oli Sykes provou que seus vocais seguem muito bem, interagiu com o público o tempo todo nas suas tentativas de falar português e desceu do palco duas vezes para surto geral de quem estava próximo da grade.

No mesmo palco, Post Malone levantou uma das maiores multidões do festival com seus sucessos. “Better Now”, “Psycho” e “Rockstar” foram cantadas em coro e ele ainda encontrou tempo para convidar o funkeiro Kevin O Chris para puxar os hits “Vamos pra Gaiola” e “Ela é do tipo”. Aí o Lolla virou quase um baile funk na lama do Autódromo. O carioca foi o primeiro funkeiro a cantar num palco do festival no país. 

O sábado terminou com os shows de Kings Of Leon no palco organizado pela Budweiser e do Steve Aoki no palco Perry. A banda era uma das mais aguardadas e tocou debaixo de uma garoa fina enquanto o DJ comandou um pistão para os fãs de música eletrônica.

No domingo o clima ajudou e tiveram os shows mega elogiados de Iza, Pontifexx, Letrux, Greta Van Fleet, Rufus Du Sol, Twenty One Pilots, Years & Years e Kendrick Lamar, entre muitos outros incríveis.

Apesar de estar em um espaço menor, Iza levantou uma multidão e ainda cantou o super hit “Pesadão” acompanhada de Marcelo Falcão.

Twenty One Pilots mostrou porque pôde voltar depois de anos para o mesmo festival. Tyler Joseph ainda escalou a estrutura da lateral do palco deixando o público mais frenético – e preocupado.

A edição histórica foi encerrada pelo rapper Kendrick Lamar que mandou mais de uma hora de sucessos e comandou quase 100 mil pessoas no palco principal.

 

View this post on Instagram

 

Ele não topou a transmissão, mas topou um fotão DAQUELES com a nossa musa @iza #LollaBRNoMultishow

A post shared by @ multishow on


Cintia Luz Lima

Jornalista - São Paulo, SP

Não há comentários ainda

Deixe uma resposta

Copyright ©2019, Febre Teen - Todos os direitos reservados | Inovalize