Fale conosco

O que vc está procurando?

Notícias

A YG Entertainment, administradora de BLACKPINK, se envolveu em mais polêmica!

A empresa criadora e administradora da carreira das meninas do BLACKPINK, a YG Entertainment passa por mais uma polêmica. Após um escândalo envolvendo drogas, prostituição e o afastamento do presidente da empresa, atualmente a YG está sendo criticada por ocultar créditos de seu artista B.I., ex iKON

Tudo começou quando foi divulgado o teaser de um álbum solo do cantor Eun Jiwon, gerenciado pela empresa. A música “Worthless”, no entanto, chamou atenção dos fãs de B.I., que já tinham ouvido a melodia da música em uma demo que B.I. divulgou em uma live em 2017. A gravadora, porém, não sabia do caso pois até então o cantor havia divulgado a demo escondido. Assim, a YG retirou os créditos do cantor da música dizendo que ela apenas foi produzida apenas por Millennium

https://www.instagram.com/p/By6Zxvlgro7/

A empresa não quis dar os créditos ao B.I. devido a seu recente envolvimento com drogas, o que também levou ao corte de seu contrato com a banda iKON. Mesmo assim, os fãs do cantor levaram a hashtag #CreditHanbin (Hanbin é o nome verdadeiro de B.I.) ao topo dos trending topics do Twitter, buscando os devidos créditos do cantor.

Com tanta movimentação, a YG Entertainment emitiu uma nota dizendo que a música é co-escrita por B.I. e Millennium e admitiu “o nome de B.I. não foi incluído na tracklist por um pedido pessoal dele,mas ele será registrado como co-autor na Associação de Direitos Autorais de Música da Coreia”. Quanta polêmica, né?