Luísa Sonza lança seu primeiro álbum, “Pandora”, e fala sobre a história por trás do conceito

Por Roberta Gurriti

O pop pode comemorar, pois chegou mais uma integrante a altura! Luísa Sonza lançou o seu primeiro e tão esperado álbum, PANDORA. Nesta quinta-feira à noite (13), a cantora lançou a faixa “Garupa”, sua parceria com Pabllo Vittar, com glamour e estilo de sobra. No começo da carreira, Luísa apostava mais no estilo MPB, mas atualmente tem se inspirado bastante na cantora Anitta e mandado ver pro lado do Pop.

Créditos: Felipe Leite

Além da participação da Pabllo, ‘Pandora’ conta também com a participação de Vitão e Gaab. Como não amar?! O álbum contará apenas com 8 faixas e logo a primeira chega para emocionar a todos, “Eliane”, é uma música em homenagem a mãe da cantora.

Confira a tracklist: 

  1. Eliane
  2. Garupa (feat. Pabllo Vittar)
  3. Não Vou Parar
  4. Fazendo Assim (feat. Gaab)
  5. Saudade da Gente
  6. Bomba relógio (feat. Vitão)
  7. Pior Que Se Possa Imaginar
  8. Apenas Eu
Créditos: Felipe Leite
‘Pandora’ se trata de uma situação de seu passado. Seu avô, que maltratava muito sua avó, um dia foi assassinado. A partir daí, sua avó e mãe precisaram se virar. Por conta disso, a cantora tem uma fala bem forte sobre o empoderamento feminino. O álbum é uma forma da cantora se abrir para o mundo, contar sua história. Por isso o nome, faz menção a “Abrir a caixa de Pandora”, ou seja, Luísa abriu para o mundo suas histórias.

A gaúcha fez um Pocket Show no evento de estreia do seu novo álbum e nós d’A Febre estávamos lá! Ela contou bastante sobre sua vida e aprofundou mais um pouco sobre algumas histórias que passou. Contou como foi difícil para sua avó criar 3 filhas após a morte do marido. A ausência de um homem em casa deixava as coisas mais difíceis.

“Acho que a partir daí, já dá para entender o porquê dessa minha vontade de uma união das mulheres.”

Créditos: Felipe Leite

Luísa falou um pouco sobre sua música “Boa Menina”, contando sobre o quanto era tímida e fechada, e essa música foi o momento em que a cantora começou a se abrir, inclusive se abrir mais sobre seus sentimentos também.

“Vocês podem ver que ‘Boa Menina’ é agressiva, ela impõe. Uma boa menina faz assim, e não deixem te dizer o que você deve fazer. E a partir disso, a partir dessa ‘raiva’ do primeiro momento, eu comecei a me entender como pessoa e comecei a entender a Luísa artista.”

A loira falou sobre ter começado a carreira bem cedo, aos 7 anos. Contando sobre ter ficado em uma banda até os 17 e a partir daí, começou sua carreira solo.

Créditos: Felipe Leite

E ainda nos contou o quanto seu single com Pabllo Vittar não tinha como ser com outra pessoa. E o quanto admira e se inspira na Drag.

“Esse foi o clipe mais divertido da minha vida, das nossas vidas. Até no momento das fotos, não conseguimos parar de rir. Tudo que queríamos passar, nós vivemos e conseguimos passar isso.”

E você, já escutou Pandora hoje? Se não, ouça agora! 

Equipe FebreTeen

Webmaster e editor chefe.

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.