Fale conosco

O que vc está procurando?

Música

OMG! Representante de Taylor Swift desmente esposa de Scooter Braun: “Manipulação”

Taylor Swift descobriu que o empresário Scooter Braun comprou a Big Machine Records, sua antiga gravadora, e com isso ele passou a ser proprietário das gravações originais. Em carta aberta, Taylor desabafou e se mostrou enojada.

No desabafo, a cantora revelou que o empresário possui os direitos de suas músicas anteriores lançadas pela sua gravadora antiga até o álbum “reputation”, mais precisamente. O maior problema foi que: Taylor Swift odeia Scooter – e com motivo. Além de Justin Bieber, ele também gerencia a carreira de Kanye West.

Após uma grande repercussão, vários artistas saíram em defesa da cantora, e pessoas envolvidas no acordo começaram a se pronunciar, incluindo a esposa do empresário que afirmou que Taylot Swift sabia sobre a compra antecipadamente e, supostamente, estaria se fazendo de vítima, pois seu pai, Scott Swift, é um dos acionistas da Big Machine Records. Levantando á tona, mais uma vez, a manipulação.

Porém, um porta-voz de Taylor acaba de esclarecer à PEOPLE que a cantora de ‘You Need To Calm Down’ só soube da notícia hoje quando acordou. “Scott Swift não está no conselho de diretores [da gravadora] e nunca esteve”, começou a fonte desmentindo Braun.

“Em 25 de junho, houve uma ligação entre acionistas que Scott Swift não participou devido a um contrato de confidencialidade muito rigoroso que resguardou todos os participantes e proibia qualquer discussão de informações sobre essa reunião com risco de multa severa.”, debatendo sobre a mentira. No post, a esposa do empresário revelou que Swift estava ciente de tudo o que estava acontecendo.

“O pai dela não participou dessa ligação, pois não queria ser obrigado a reter qualquer informação de sua própria filha. Taylor descobriu nos noticiários quando acordou, antes de ver qualquer mensagem de Scott Borchetta. Ele também sequer ligou para ela antes.”, finalizou.