CRÍTICA: “Entre Facas e Segredos” te conduz por um jogo de detetive enquanto reflete sobre questões atuais

Como uma homenagem sutil à grande escritora de romance policial, Agatha Cristie, “Entre Facas e Segredos” mostra para o que veio proporcionando ao espectador um divertido jogo de detetive na tela do cinema. Se você não conhece o jogo, é basicamente desvendar as pistas e descobrir quem foi assassinado, com o que, por quem e em que lugar. No filme, a única questão em aberto é: quem assassinou o milionário Harlan Trombey?

Reprodução/Paris Filmes

Sendo dono de uma mente brilhante e também autor de livros de suspense, Harlan possui 4 filhos e uma extensa fortuna e, de repente, aparece morto em seu escritório. É então, papel do detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) descobrir as circunstâncias da morte do escritor. Quem teria motivos para acabar com a vida de Harlan?

O filme já surpreende com o ponto de vista que é contado a história. Marta Cabrera (Ana de Armas) é a enfermeira e amiga do milionário, vinda de uma família estrangeira, seu emprego é tudo que ela tem para sustentar sua mãe e irmã. Quando o corpo do autor é encontrado, começa um verdadeiro jogo de detetive na mansão da família, que, segundo o policial vivido por Lakeith Stanfield, é praticamente um tabuleiro do jogo e todos os membros da família são suspeitos.

Reprodução/Paris Filmes

“Entre Facas e Segredos” é um suspense policial, sim, mas que tem uma pitada de humor aqui e ali, o que deixa a experiência infinitas vezes melhor, pois toda a tensão é quebrada com momentos de piadas bem colocadas.

A estrela do filme é, sem sombra de dúvidas, a atriz cubana Ana de Armas, que interpreta a enfermeira Marta e entrega uma atuação impecável principalmente nos momentos de tensão. A atriz consegue transmitir toda a carga emocional que a personagem está sentindo perfeitamente. Ana de Armas é alguém para ficar de olho nos próximos anos!

Chris Evans é um show a parte! Apesar de quase não aparecer na primeira metade do filme, assim que seu personagem, o neto arrogante de Trombrey, Ramson, entra em cena podemos ver o ator incrível que Evans é. Diferente do seu personagem de maior sucesso nos últimos anos, Capitão América, Chris entrega em “Entre Facas e Segredos” um personagem cheio de mistérios e rude, bem como sarcástico.

Reprodução/Paris Filmes

O filme, dirigido por Rian Johnson, cria uma expectativa pela resolução do mistério que ronda a morte do milionário, mas conforme o enredo cria a rede de nós e suspeitas sobre a situação, percebemos que o foco do detetive Blanc não é apenas descobrir o suposto assassino, e sim, entender o que aconteceu naquela casa. Junto com as pitadas de humor, o longa nos faz refletir sobre questões importantes como a questão imigratória nos Estados Unidos de 2019 e o privilégio que pessoas brancas tem sobre os latinos.

Algumas reviravoltas surpreendentes deixam o espectador com os olhos presos na tela do cinema do início ao fim do filme, provando que o elenco incrível composto por nomes de peso como Daniel Craig, Christopher Plummer, Katherine Langford e Jamie Lee Curtis, consegue mais uma vez a fórmula de um filme 5 estrelas. “Entre Facas e Segredos” estreia nos cinemas brasileiros no dia 5 de Dezembro.

 

Giovanna Santos

19 anos, estudante de Jornalismo e muito apaixonada pelo que faço. Amo músicas, séries e filmes <3 Insta: @gi_cavalcantii

1 comentário
  1. Interessante o filme que passo a conhecer pelo olhar da Giovanna. Texto bem escrito, voltado para teens sem ser superficial. Parabéns, Giovanna. Não nega a herança literária de sua vovó, Valéria Monteiro.

Comentários

Seu email não será publicado.