A importância dos artistas LGBTQIA+ no Lollapalooza

Fala-se cada vez mais em diversidade de gênero e de sexualidade e muitos podem até dizer que quando se trata de arte nada disso importa, mas é justamente no lugar da arte em que podemos expandir nossas conversas sobre o tema, compreender o outro e principalmente incluir em vez de discriminar.

A próxima edição do Lollapalooza Brasil talvez seja uma das mais diversas quando falamos de artistas que levantam bandeiras pela causa LGBTQIA+ e merece ser exaltada assim como cada um desses nomes a seguir e tantos outros. Afinal minorias merecem e precisam ocupar os lugares que há pouco tempo as colocavam à margem.

RITA ORA
A cantora inglesa já sofreu bifobia, mas nunca se rendeu aos ataques pessoais e continua nos servindo ótimas músicas.

KING PRINCESS
Mikaela Straus, a King Princess, ficou famosa mundialmente depois que Harry Styles compartilhou a letra da música “1950”. O cantor também já enalteceu como King expressa sua sexualidade por meio da sua arte. Ela vem ao Brasil pela primeira vez para o Festival.

JÃO
Depois de terminar um relacionamento com um homem, Jão lançou o álbum “Anti-Herói” e só provou que pode ter seu coração quebrado por amor como qualquer pessoa. </3

SILVA
Na edição passada Silva não pôde apresentar seu set devido ao mau tempo. Em 2020 ele promete entregar o show pelo qual ficamos ansiando ver há quase um ano.

LUDMILLA
Recentemente a cantora Ludmilla casou-se com a dançarina Brunna, com quem namorava há pouco mais de um ano, depois de um pedido inusitado. E não podíamos estar mais felizes pelas duas. Aliás, 2020 promete ser o ano da Lud.

HAYLEY KIYOKO
Hayley é mega talentosa e ficou conhecida com o hit “Girls Like Girls”. Seu primeiro álbum, o “Expectations” foi lançado em 2018 e no ano passado ela fez uma aparição no clipe “You Need To Calm Down”, da Taylor Swift, que clama pela igualdade de direitos para a comunidade LGBT. Nesse mês de janeiro saiu o EP completo “I’m Too Sensitive For This Shit”.

PABLLO VITTAR
Pabllo merece e já está ganhando o mundo. A drag queen conquistou o Rock In Rio e faz sua estreia no palco do Lollapalooza – ela também canta nas edições da Argentina e do Chile – para em seguida se apresentar no Coachella, um dos maiores festivais do planeta.

Vale destacar artistas que usam seus locais de privilégio para defender e apoiar a comunidade LGBTQIA+ como Lana Del Rey, Charli XCX, Kacey Musgraves, assim como artistas do Rap, ritmo que já ditou homofobia, que demonstram publicamente serem aliados da causa como Emicida, Djonga e Rashid. <333

O Lollapalooza Brasil acontece nos dias 4, 5 e 6 de abril no Autódromo Interlagos, em São Paulo e os ingressos já estão a vendas.

Cintia Luz Lima

Jornalista - São Paulo, SP

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.

Copyright ©2019, Febre Teen - Todos os direitos reservados | Inovalize