Little Mix se abre sobre inseguranças e padrões de beleza: “Não gosto de nada em mim”

Os nomes de Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Leigh-Anne Pinnock e Perrie Edwards começaram a ganhar reconhecimento quando as garotas, individualmente, fizeram audição para o The X Factor UK. Na época, sob o nome Rhythmix, as meninas rapidamente subiram no gosto do público, o que acabou levando elas a serem o primeiro e único grupo a ganhar uma edição da famosa competição, sob o nome Little Mix.

Desde então, as meninas construíram uma carreira forte e composta por uma legião de fãs. Em novembro de 2018, lançaram o tão esperado LM5, seu último álbum estúdio e de extrema importância. Entre as letras exaltando a mulher, liderando o poder feminino e revelando a verdade essência das britânicas, elas se tornaram um grande símbolo para da luta ativista feminina.

Prontas para iniciarem uma nova era, as meninas foram as escolhidas para estampar a capa de março, da situada revista feminina Cosmopolitan UK. Em uma entrevista surpreendente, elas abordaram quebras de tabus, pressões da fama, inseguranças corporais e até mesmo cirurgias plásticas.

Foto/Cosmopolitan UK

“Estar em uma banda de garotas me fez, pela primeira vez, me comparar com as outras garotas”, disse Leigh-Anne. “Jade e eu queríamos nariz. Não acredito que pensei assim, dessa forma. Eu amo meu nariz. Eu acho que também é idade – você só precisa aprender a se amar mais. Isso é uma coisa que vem com o tempo”, esclareceu ela sobre procedimentos estéticos.

Foto/Cosmopolitan UK

Aproveitando a fala, Jade também revelou que considerava fazer uma cirurgia para aumentar o tamanho dos seios. “Eu [sempre] me senti como um garoto, ao lado de todo mundo [incluindo meninas]. Eu não tinha uma forma muito feminina e não tenho seios. Eu meio que cresci um pouco agora. [outra visão]”, disse. “Eu senti que eu não era sexy o suficiente para estar no grupo. Eu ainda tenho esse complexo agora, quando vou a um encontro, por exemplo. Eu chego lá e penso: ‘Sou mulher o suficiente para alguém?’ o que é bobo e cruel”, concluiu.

Foto/Cosmopolitan UK

“Quando éramos mais jovens, estávamos tão confiantes. Então, quando fomos lançadas na indústria, começamos a ficar constrangidas e a nós criticarmos porque outras garotas estavam fazendo isso”, lembrou Perrie sobre mudanças radicais na aparência. “Toda vez que eu sorria, meus dentes pareciam torcidos na frente. Eu os odiava. Eu tenho aparelho. [Agora] estou apenas mais confiante.. Nós saímos do outro lado e pensamos: ‘Quem dá o que as outras pessoas pensam?'”, explicou.

Foto/Cosmopolitan UK

Por fim, Jesy explicou que as meninas estão muito mais confortáveis ​​em seu corpo agora e querem servir como exemplo para outras: “Honestamente, eu não gosto de nada em mim. Nunca vou mentir e dizer que eu me amo absolutamente agora. Ainda tenho coisas em que estou trabalhando. [Mas] eu sou 100% melhor do que era antes e quero me amar assim, como eu sou”, revelou.

Foto/Cosmopolitan UK
André Luiz Freitas

23 anos, viciado em músicas, séries, filmes e shows! Instagram: @andreluizfreitas_

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.