Fale conosco

O que vc está procurando?

Música

Camila Cabello mostra vulnerabilidade ao falar sobre doença e luta contra o TOC: “Dolorosamente difícil”

(Divulgação/Marchesa Fashion)

Quem acompanha a Camila Cabello, sabe que a cantora está sempre tentando alertar sobre saúde mental por lidar com ansiedade e TOC. Tem gente que não leva essa segunda doença a sério, e ela já se tornou motivo de meme pois muitas pessoas ainda não entenderam que o transtorno obsessivo-compulsivo não é brincadeira, mas aos poucos esperamos que todos se eduquem sobre isso.

Recentemente, a influenciadora Lele Pons se abriu sobre a sua luta em um documentário extremamente emocionante e sensível. Mas quem decidiu falar sobre a sua própria luta dessa vez foi a dona de “My Oh My” em uma carta aberta para a WSJ Magazine.

+ Lele Pons mostra dificuldade em lidar com TOC e desabafa sobre a doença: “Isso me machuca”

A cantora revelou que tinha dificuldade em falar sobre a doença e disse que a vida que mostra nas redes sociais, muitas vezes não é o retrato da realidade e do que ela está vivendo, e acabou falando sobre momentos que não compartilhou com os seus fãs;

“O que eu não tenho fotos do último ano: eu chorando no carro falando com a minha mãe sobre ansiedade e os muitos sintomas de TOC que estava tendo; minha mãe e eu em um quarto de hotel lendo livros sobre TOC porque eu estava desesperada por alívio. Eu vivendo o que parecia ansiedade constante, inabalável e implacável que tornavam meu dia-a-dia dolorosamente difícil.”

Camila contou que tinha vergonha de falar sobre a sua luta contra o TOC porque considerava uma luta com a sua mente, então não se sentia confortável em se abrir sobre o assunto. Mas ela começou a encontrar terapias e exercícios que estão ajudando a lidar com isso e com a ansiedade, como meditação e exercícios de respiração.

“Eu não queria que as pessoas que pensavam que eu era forte, capaz e confiante – as pessoas que mais acreditavam em mim – descobrissem que eu me sentia fraca. A pequena voz na minha cabeça estava me dizendo que se eu fosse honesta sobre a minha dificuldade com saúde mental e batalhas internas, as pessoas pensariam que tinha algo de errado comigo ou que eu não era forte, ou até mesmo que não conseguia lidar com as coisas.”

Nós sabemos o quanto a Camila é uma menina forte, talentosa e essa voz dela faz com que pessoas ao redor do mundo saibam que não estão sozinhas nessas lutas. Ela não tem obrigação de se abrir sobre as lutas batalhas, e é lindo ver a força que ela tem ao falar sobre isso e alertar os seus fãs.