Autoridades presumem que corpo de Naya Rivera, de ‘Glee’, não será encontrado devido às dificuldades

As buscas por Naya Rivera foram retomadas nesta sexta-feira, 10, pela polícia do condado de Ventura, na Califórnia, onde acredita-se que a atriz da série Glee, morreu afogada durante um passeio de barco com o filho de 4 anos, Josey.

Durante a atualização de notícias, as autoridades avisaram que é possível que ela nunca fosse encontrada, devido ao fato do Lago Piru, onde ela desapareceu, é um perigoso reservatório artificial, com árvores, detritos e lama no fundo, famoso por afogamentos.

“A visibilidade é de cerca de um a dois pés e, em algumas clareiras, é de três a cinco. Há muitos galhos de árvores e crescimento excessivo de quando o lago estava mais baixo, então estamos cavando, quebrando varas e procurando algo fundo”, disse O’Brien. “Debaixo da água, é muito parecido. Novamente, há muitos arbustos e paus que precisamos romper durante a passagem, por isso é uma espécie de busca em Braille.”, contou.

“Estamos usando todos os dispositivos disponíveis. Estamos usando tecnologia como sonar também. Temos especialistas que mergulharam neste lago, que o conhecem por dentro e por fora, que sabem onde os detritos podem estar”, disse ele. “Estamos confiando na experiência deles para nos ajudar nesse momento díficil. Vamos fazer tudo o que pudermos para encontrá-la. Vamos continuar pesquisando.”, finalizou.

De acordo com Eric Buschow, capitão do escritório do xerife de Ventura, Josey contou a eles que a mãe mergulhou e não voltou ao barco. O pequeno estava de colete salva-vidas, mas o equipamento de Naya estava na embarcação, bem como sua bolsa, carteira, documentos e outros pertences.

Naya Rivera chegando ao Lago Piru acompanhado do seu filho, Josey – Foto/Reprodução

A operação de busca por Naya Rivera começou ainda na quarta-feira, 8, com cerca de 100 pessoas – reforços vieram de Los Angeles, San Luis Obispo e Tulare, cidades vizinhas a Ventura. O lago foi fechado para visitantes e , drones, helicópteros, barcos e veículos ATV (para terrenos difíceis) foram usados até as 23h, quando as atividades foram interrompidas devido à escuridão e baixíssima visibilidade da água – menos de 20 centímetros.

 

André Luiz Freitas

EDITOR DE CINEMA/TV - E aí, que tal falarmos sobre música, série e filmes? Me chama lá @andreluizfreitas_

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.