“São canções de resgate espiritual”: Isadora Pompeo fala sobre novo álbum, ‘Processo’, em entrevista exclusiva

Isadora Pompeo é a nova aposta do gospel nacional e você não pode continuar vivendo sem ouvir essa maravilha! A cantora de 21 anos está para lançar um novo álbum que promete ser um ponto de conforto para a nossa mente cheia. Falando sobre Jesus e Deus em momento íntimos, ‘Processo’ tem uma mensagem mais que linda.

Para comemorar o lançamento, batemos um super papo com a cantora para descobrir mais da conexão que ela tem com o Espírito Santo e o que ela tem pra nos contar sobre ‘Processo’. As duas primeiras músicas, ‘História’ e ‘Seja Forte’, já estão disponíveis nas plataformas digitais e podemos perceber pelo clipe do primeiro single e o teaser do segundo que eles tem uma certa conexão.

O álbum vai ser uma sequência, o acrílico representa muitas coisas pra mim e eu ainda vou documentar sobre isso então eu vou deixar bem explícito todos os detalhes. Eu tenho pedido para a galera prestar muita atenção nos clipes porque futuramente eu vou falar muito sobre eles, mas vai ser sim um processo contínuo. Todos carregam a mesma história, mas com cenários diferentes. ‘Seja Forte’ vai ser sim uma continuação de ‘História’ e as outras músicas também.

A letra é bem forte e pega fundo na nossa alma quando nos identificamos com alguns versos. Um específico é “maturidade não é idade, é entender que o sofrimento faz parte”, muitas pessoas dizem que pessoas mais novas não tem a maturidade necessária para fazer certos tipos de coisa e, por Isadora ter 21 anos, queríamos saber o que ela quis dizer com essa frase em específico:

Eu achava estar pronta para fazer grandes coisas mas não entendia a importância da dor para vencer, para me tornar alguém melhor. Eu não entendia o processo de estar apertada para me tornar um vaso. Não tem a ver com idade, porque “ah eu já deveria ter maturidade para algumas coisas, já deveria ter conhecimento para algumas coisas”, mas maturidade não está ligado à idade mas sim a entender que o sofrimento fez e faz parte de um processo de cura. Então, muitas vezes pessoas muito mais velhas que eu ainda não entenderam a importância da dor.

Depois, a cantora continuou, mas agora falando sobre a importância da dor para o crescimento pessoal:

Eu não estou criando um altar a dor, longe disso, mas Jesus passou por uma dor pra entregar o que era a missão mais importante dele que era vida pra nós. Antes de entregar a vida ele entregou a morte, e a morte mais dolorosa que pode haver foi a que gerou a maior conquista da vida dele. Quando entendemos isso, paramos de questionar, entendemos que o ganho está no processo e maturidade está ligada a isso.

Com 3 milhões de visualizações, o clipe de História é o pontapé inicial para o próximo álbum de Isadora, intitulado ‘Processo’. E a pergunta fica na cabeça, processo de que ou para que? Segundo a cantora, é o processo para se curar e não só envolve somente sua vida pessoal, todos os dias se passa por processo onde temos que aprender a depositar a confiança em Deus:

Essa é uma palavra que o Espírito Santo falou pra mim, ele sussurrou pra mim “Isadora, se você entende o propósito que eu tenho pra sua vida, você precisa entender e aceitar o processo que eu tenho pra você pois ele traz a cura”, então é um Processo de reentender quem eu sou, me reencontrar em Cristo mas principalmente de aceitar ser curada. O processo da cura dói e muitas vezes a gente não entende, mas é nesse momento que o Espírito Santo se mostra como um consolador, Deus se mostra um Pai e Jesus é o amigo mais fiel que nós podemos ter. E por não entender muitas vezes esse processo, nós questionamos o resultado. Mas o ganho do resultado sempre foi o processo e esse é o significado pra mim.

Temos apenas esses dois vislumbres do novo álbum, mas já estamos morrendo de ansiedade para poder ver! A cantora ainda confidenciou que tem uma colaboração que ainda não foi lançada, mas que está muito feliz.

Eu fiz um feat nesse álbum, logo as pessoas vão saber com quem e eu fiquei muito feliz com o resultado, eu queria muito fazer e eu fiz. Mas fora o que foi entregue nesse álbum, a gente tá sempre aberto. Acho que alguém que eu ia amar fazer um feat, de verdade, seria com a geração que veio antes de nós. Toda a galera, Cassiane, Ana Paula Valadão, Eyshila, Fernanda Brum, eu ia amar fazer um feat com essas pessoas.

Por ser um álbum com letras mais pessoas e intimistas, Isadora tem uma percepção muito clara de quem ela quer alcançar com as suas músicas do ‘Processo’. No atual momento, seu objetivo principal não é viralizar e sim, oferecer algum tipo de norte para que as pessoas possam seguir.

Eu espero que as pessoas certas escutem a canção. Eu poderia dizer aqui “eu espero que viralize e todo mundo escute porque todo mundo já passou por isso” e eu sei que muitas pessoas já passaram pelo que eu estou contando mas nesse momento, de coração, a minha expectativa é que as pessoas certas, as pessoas que o Espírito Santo quer resgatar nesse momento, escutem essas canções. São canções de resgate espiritual, resgate da alma, resgate de identidade e eu preciso gritar isso para essas pessoas.

O primeiro álbum da cantora, ‘Pra te Contar os meus Segredos’, foi lançado em 2017 quando a cantora tinha apenas 17 anos e agora, 3 anos depois, mais uma coletânea de músicas será lançada mas com uma Isadora mais velha e com outras vivências. O nome do álbum novo parece ser bem apropriado, né? Depois de tanto tempo, passamos por diferentes processos!

Seria até bem estranho se eu não tivesse crescido nesse tempo, nesse processo, mas o que eu mais noto além de musicalmente e tecnicamente falando que eu também acredito que sim eu estudei e cresci nisso. O que mais me empolga nesse tempo que eu passei foi que eu senti na pele cada palavra, eu senti em mim cada frase então eu vivi muitas coisas, as pessoas vão entender que eu escrevi sobre coisas que eu passei e que me amadureceram.

A cantora ainda disse sobre suas maiores inspirações serem sua própria vida:

São experiências próprias, momentos próprios que aconteceram comigo, histórias que aconteceram comigo. Todas nesse álbum refletem momentos muito íntimos meus com Jesus, coisas que eu não ia compartilhar mas que o Espírito Santo trabalhou em mim para que eu pudesse compartilhar isso. A inspiração maior de tudo isso são as situações que eu vivi.

Dizem que as músicas que são escritas com base em situações reais são mais emocionantes e torna tudo mais verdadeiro. Para a cantora de 21 anos, é diferente quando as letras refletem situações reais:

É uma sensação incomparável a entregar uma coisa que é bonito, vai falar com as pessoas a entregar uma coisa que é “isso falou comigo, isso me mudou e é isso que eu preciso entregar para as pessoas”, é uma interpretação diferente. Ambas são muito especiais mas eu acredito que quando é algo particular é uma intensidade que a gente não consegue medir em palavras.

Estando lançando um álbum na quarentena, Isadora não consegue fazer a divulgação que gostaria mas sabe que suas músicas terão um peso enorme em quem está escutando. Mesmo tendo escrito há um ano atrás, as letras servem bem para o momento que estamos passando e sobre isso, a cantora disse que está tranquila quanto à sua saúde mental:

É lógico que nosso coração aperta, eu queria poder sair, ministrar, estou lançando meu álbum e não vou poder divulgar da forma que eu queria mas eu acredito do fundo do meu coração que tá cooperando pro meu bem, que Deus queria que fosse assim e que se Ele queria que fosse dessa forma não tem porque eu manipular para ser do meu jeito porque do meu jeito é sempre falho e o jeito dEle é sempre certo. Então eu não consigo questionar o que está acontecendo, muitas vezes eu me preocupo sim mas eu não consigo me desesperar nessa situação, então eu to bem tranquila crendo que como Deus proveu no passado também proverá no futuro tudo aquilo que nós precisamos.

Entregar o álbum completo é uma sensação de missão cumprida, segundo a cantora, de que Jesus disse que ela iria conseguir e ela conseguiu. Mas, com o grande sucesso que ela já tem, onde Isadora quer estar daqui 5 anos?

Eu me imagino viajando muito, de repente fazendo algum trabalho fora do Brasil. Entregando aquilo que Deus prometeu pra mim, no tempo Dele eu não sei quando vai ser, mas eu acredito que em cinco anos pode estar acontecendo um projeto internacional. E é isso, eu me imagino voando!

No final, Isadora deixou uma mensagem de conforto para as pessoas que acompanham sua música:

A minha mensagem é a galera que me acompanha é a mesma mensagem que Cristo deixou para a Igreja. Ele declarou que teriam aflições e isso todo mundo já sabe que existem aflições, mas o que a gente não consegue entender é a parte do bom ânimo. Quando Jesus fala para nós termos bom ânimo é porque se Ele conseguiu fazer, é porque nós também conseguimos fazer. Crê que você também vai conseguir, se tudo acabar, se o dinheiro faltar, se de alguma forma as coisas não se resolverem hoje, Deus tem um futuro melhor para nós e esse futuro não é terreno.

Temos certeza de que o “Processo” vai ser perfeito e mal estamos aguentando de vontade de poder ouvir o álbum completo que ainda não tem data para ser lançado. Estaremos aqui para poder aplaudir cada vez mais o sucesso de Isadora Pompeo!

Giovanna Santos

20 anos, estudante de Jornalismo e muito apaixonada pelo que faço. Amo músicas, séries e filmes <3 Instagram e Twitter: @gi_cavalcantii

1 comentário

Comentários

Seu email não será publicado.