Brendon Urie, do Panic! at the Disco, é acusado de assédio sexual e pedofilia por fãs

Brendon Urie, o vocalista da banda Panic! at the Disco, está envolvido em uma grande polêmica. Na última quinta-feira, 13, algumas pessoas começaram a fazer acusações nas redes sociais sobre assédio sexual e pedofilia envolvendo o cantor. As denúncias ganharam força na mídia e o site Aceshowbiz compartilhou uma matéria sobre o assunto nesta sexta-feira, 14.

Foto/Reprodução

As acusações começaram em perfis anônimos no Twitter. Um das contas, narrou uma situação ocorrida no Coca-Cola Zero Music Festival, na África do Sul, em 2009.

A vítima abordou Brendon Urie nos bastidores do show e as coisas começaram a ficar estranhas. Ele revelou que era menor de idade e só queria conhecer o ídolo. O cantor perguntou se ele gostava de ficar com homens e tentou tocá-lo. O nome dele era Kam e ele era menor de idade:

“Ele olhou para meu corpo de uma maneira que fez eu me sentir desconfortável”, narra a conta anônima. “Não fiquei traumatizado com esse evento, mas sempre fico tenso quando ouço falar do Panic! ou do Brandon, principalmente porque temo que ele tenha assediados outros da mesma forma que assediou. Queria compartilhar essa história há anos, mas nunca tive coragem até agora”, escreveu.

O desabafo de Kam incentivou outra vítima a compartilhar sua história também. Uma conta usando o nome de Leah disse que viveu algo parecido com o cantor em um show em Cleveland, nos Estados Unidos, em 2011. Ela diz que tinha 15 anos na época e o cantor teria a convidado para ir ao camarim:

“Ele começou a beijar meu pescoço, tentando colocar a mão na minha bunda. Eu fiquei atordoada e não conseguia me mover. Quando ele tentou tocar minha vagina, eu revidei e corri para fora de lá”, falou.

André Luiz Freitas

EDITOR DE CINEMA/TV - E aí, que tal falarmos sobre música, série e filmes? Me chama lá @andreluizfreitas_

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.