BLACKPINK está sendo acusado por objetificação sexual de enfermeiras em clipe de ‘Lovesick Girls’

‘Lovesick Girls’ se tornou um sucesso mundial em poucos minutos depois do seu lançamento. O novo single do grupo sul-coreano BLACKPINK, liberado no mesmo dia do ‘THE ALBUM‘, soma mais de 115 milhões de visualizações.

O clipe foi eleito um dos melhores do grupo, mas tem uma polêmica envolvida. Elas foram acusadas de objetificação sexual de enfermeiras pelo Korean Health and Medical Workers’ Union (KHMU), traduzindo para português livre ‘Sindicato Coreano dos Trabalhadores em Saúde e Medicina (KHMU)’ acusou o girlgroup de objetificar as enfermeiras em uma cena, em que a integrante Jennie, aparece vestida de enfermeira de forma sensual.

“Mesmo que as enfermeiras tenham lutado por muito tempo para melhorar isso, a YG Entertainment objetivou sexualmente as enfermeiras no videoclipe do BLACKPINK“, dizia o comunicado da KHMU, afirmando que as enfermeiras estão constantemente expostas ao abuso de poder e violência sexual.

Foto/Reprodução

A YG Entertainment, empresa responsável pelo BLACKPINK, se defendeu afirmando que a cena contempla a fala da música, que diz que ‘nenhum médico pode curar quando estou apaixonada’, e que não há nenhuma intenção de desrespeito com as profissionais da saúde.

“Em primeiro lugar, gostaríamos de transmitir nosso profundo respeito mais uma vez às enfermeiras e profissionais que lutam na linha de frente, sempre zelando pelos pacientes no local.

A seguir, a faixa ‘Lovesick Girls’ questiona por que as pessoas procuram o amor mesmo depois de serem magoadas e sofridas por ele, e também transmite uma mensagem de esperança na exploração dessa ideia de amor.

A cena no clipe de ‘Lovesick Girls’ retratando uma enfermeira e um paciente retrata a letra que diz: ‘Nenhum médico pode ajudar quando estou apaixonado’.A cena não tinha nenhum outro propósito, e nos preocupamos que essa cena tenha sido examinada de forma exagerada.

Pedimos ao público para ver este clipe como outro gênero de arte independente, e ficaríamos gratos se o público pudesse entender que cada cena retrata visualmente a letra da música, sem nenhum outro significado por trás dela.

No entanto, a equipe de produção do MV está considerando profundamente a edição da cena em questão.”, diz o comunicado oficial.

André Luiz Freitas

EDITOR DE CINEMA/TV - E aí, que tal falarmos sobre música, série e filmes? Me chama lá @andreluizfreitas_

Os comentários estão desativados.