Lauren Jauregui desabafa sobre as pessoas acharem que ela e Camila Cabello tiveram um caso

Se você é ou foi fã de Fifth Harmony, com toda certeza, você deve saber o que significa Camren!

Logo quando o grupo foi formado, em 2012, no programa The X Factor, os fãs notaram a grande aproximação de Lauren Jauregui e Camila Cabello, que desde o inicio, por terem origens se semelhantes e viverem no mesmo estado, tiveram uma grande amizade.

Infelizmente, durante todo o tempo em que Camila esteve dentro do grupo, uma boa parte dos fãs, acreditou de fato que as duas tinham um caso e até criaram o shipper Camren, e perseguiam as duas, criando teorias.

Durante uma entrevista para a cantora Becky G, no Podcast ‘En La Sala’, na Amazon Music, Lauren se abriu pela primeira vez sobre o assunto e revelou o quão desconfortável se sentia na época, porque ela é bissexual, porém Camila com quem ela apenas tinha uma amizade, não.

“As pessoas pensavam que Camila e eu gostávamos uma da outra, e isso me deixou muito desconfortável. Foi repugnantemente tão desconfortável, porque eu era queer, mas ela não era. Isso me fez sentir como uma predadora por causa do tipo de clipes que as pessoas montavam, o tipo de histórias que as pessoas escreviam. Eu sempre era a agressora e era sempre aquela que transformava ela (em bissexual). Eu sempre fui aquela que tinha uma energia “masculina” no cenário, e isso me deixou muito desconfortável porque não é assim que me identifico. Isso não quer dizer que seja errado, se identificar com isso.”

Lauren continuou falando do seu amor por Camila naquela época, que era apensa uma grande amizade.

“Eu não tinha essa ligação com ela. Camila e eu éramos apenas boas amigas, naquela época. Nós nos respeitávamos. Quando uma ou outra falava, olhávamos uma para a outra. Tínhamos amor uma pela outra, como uma amizade genuína.”

A cantora ainda revelou que toda essa história afetou ela, e até hoje ela analisa as conexões que tem com alguma amiga, para que elas não pensem que ela esteja olhando aquilo de outra maneira.

“Na cultura Latinx, enquanto crescia, eu era muito carinhosa com todos os meus amigos… isso realmente me deixou tão desconfortável a ponto de, até hoje, faço hiperanálises de cada conexão que tenho com uma garota, porque não quero que elas sintam que estou olhando para elas dessa maneira.”

Confira o vídeo abaixo:

 

Daniel Pacônio

Redator do Febre Teen desde 2013 Sempre Fazendo Matérias de Fã para Fã Twitter/Instagram- @danielpaconios

Os comentários estão desativados.