Demi Lovato revela efeitos colaterais após derrames e ataque cardíaco que teve durante overdose em 2018

Demi Lovato está se abrindo sobre sua saúde após overdose quase fatal que sofreu em 2018.

Na última quarta-feira, 17 de fevereiro, Demi lançou o primeiro trailer de sua nova série documental, ‘Dancing With The Devil‘, em que nela, a cantora mostrará tudo o que aconteceu na sua vida desde 2017.

Na série, um dos postos mais altos e mas aguardados pelos fãs, é quando a cantora fala sobre a overdose que sofre em 2018, e que quase tirou sua vida.

 

Para divulgar esse essa tão aguardada série documental, Demi concedeu uma entrevista para a Television Critics Association,  em que falou sobre os efeitos colaterais que ficaram depois de três derrames e um ataque cardíaco, que aconteceram durante a overdose.

“Fiquei com danos cerebrais e ainda lido com os efeitos disso hoje. Eu não dirijo um carro porque tenho pontos cegos na minha visão. E eu também, por muito tempo, tive muita dificuldade de leitura. Foi muito importante quando consegui ler um livro, o que aconteceu dois meses depois, porque minha visão estava muito embaçada.”

“Eu lidei com muitos efeitos colaterais e sinto que eles ainda estão lá para me lembrar do que poderia acontecer se eu algum dia entrasse em um lugar escuro novamente”, acrescentou Demi. “Sou grata por esses lembretes, mas sou muito grata por ter sido alguém que não teve que passar por muitas reformas. A reabilitação veio do lado emocional.”

No trailer divulgado na última quarta-feira, o melhore amigo de Demi, o ator Matthew Scott Montgomery, relatou um momento muito apreensivo que viu quando a cantora estava no hospital, assim que teve a overdose.

“Ela estava tipo, ‘Não consigo ver, não consigo ver nada’”.

Daniel Pacônio

Redator do Febre Teen desde 2013 Sempre Fazendo Matérias de Fã para Fã Twitter/Instagram- @danielpaconios

Os comentários estão desativados.