CRÍTICA: ‘Upside-Down Magic: Escola de Magia’ fala sobre a importância da amizade e como ser diferente não é ruim

Nesta sexta-feira, 05 de março, às 20h, ‘Upside-Down Magic: Escola de Magia’, finalmente irá estrear no Disney Channel Brasil.

O filme, que tem Joe Nussbaum como diretor e Nick Pustay no comando do roteiro, conta a história das melhores amigas Nory Boxwood Horac (Izabela Rose) e Reina Carvajal (Siena Agudong), que entram na Sage Academy – uma escola de magia para jovens especiais, mas acabam indo para caminhos diferentes: enquanto Reina entra no grupo daqueles que conseguem dominar o fogo, Nory acaba entrando no grupo dos que fazem magia invertida.

Contando com uma produção incrível, o filme nos faz acreditar por algumas horas que magia existe de verdade e traz tópicos importantes como o poder e a importância da amizade, em ser verdadeiro com o outro e o de que ser diferente não é ruim.

Izabela Rose interpreta Nory, uma garota super positiva com tudo e todos e que sempre tenta ver o lado bom das coisas, mesmo quando elas não saem como o planejado. Segundo Siena Agudong, intérprete de Reina, Izabela é tão alegre e positiva quanto Nory.

Reina é uma garota bem organizada e apesar de sempre tentar ajudar Nory e aos outros, acaba sendo uma menina insegura, algo que impede que ela mostre seu lado vulnerável para a melhor amiga quando as coisas não vão tão bem na escola.

Siena espera que o filme, e as personagens de Nory e Reina, façam com que as pessoas aceitem que são como são, mesmo que sejam consideradas diferentes, e diz que ser diferente é algo bom pois você está sendo como você realmente é.

‘Upside Down Magic – Escola de Magia’ mostra como a amizade é algo importante, que ser diferente não significa algo ruim, muito pelo contrário, e que ser sincero com o outro é algo essencial.

Os comentários estão desativados.