Demi Lovato fala que ter sido uma estrela muito cedo afetou sua adolescência

Não é surpresa para ninguém o fato de que Demi Lovato se torou uma estrela de televisão muito cedo. Aos oito anos ela começou a atuar, ao lado de Selena Gomez, na série ‘Barney e seus Amigos‘, e aos 16 anos estava saindo em sua primeira turnê como cantora.

Durante uma conversa no talk show de Brew Barrymore, a cantora de ‘Dancing With The Devil‘ revelou como foi ser uma pessoa que cresceu sendo uma estrela e trabalhar desde muito cedo.

Demi falou que seus pais eram muito bons com ela e a deram a melhor educação, porém ela usava do fato de ganhar dinheiro para fazer o que queria e se safar de castigos.

“Meus pais fizeram o melhor que puderam. Não existe um manual sobre como criar uma estrela infantil. E você é uma estrela infantil retruca depois que o pai diz, você sabe, ‘Você está de castigo por fugir às três da manhã’ ou o que quer que tenha feito. Eu respondia com, ‘Bem, eu pago as contas, o que você vai fazer? O que você vai fazer para me manter de castigo?’ E então foi um desafio. Também foi muito, muito interessante.”,

A cantora continuou o papo falando dobre o fato de sempre ter convivido e se relacionado com adultos em seu trabalho, e como isso afetou o modo que ela agia durante sua adolescência.

“Comecei a trabalhar no set aos oito anos de idade em ‘Barney & Friends‘ (Barney e Seus Amigos). Então, eu estava perto de adultos aos oito anos de idade e, na verdade, sempre me dei melhor com adultos do que com crianças, então, quando eu estava perto de muitos adultos, me sentia mais confortável. Mas os adultos saem do trabalho e vão tomar um drink, as crianças, o que elas faz? É uma coisa estranha de se pensar, especialmente quando você se torna um adolescente em Hollywood, e seus colegas adultos estão, como eu disse, indo a um bar depois do trabalho ou algo assim, e você tem 17 anos pensando, ‘Bem, o que fazer Eu tenho que fazer para jogar?’ Eu tinha essa mentalidade de tipo, se você vai me trabalhar como um adulto, eu posso festejar como um. Mas a realidade era que os adultos não estavam festejando como eu, então.”

Veja a entrevista completa abaixo:

Daniel Pacônio

Redator do Febre Teen desde 2013 Sempre Fazendo Matérias de Fã para Fã Twitter/Instagram- @danielpaconios

Os comentários estão desativados.