Fale conosco

O que vc está procurando?

Música

Scooter Braun fala pela primeira vez sobre venda dos direitos das músicas de Taylor Swift

Scooter Braun fala pela primeira vez sobre venda dos direitos das músicas de Taylor Swift
Divulgação/Joe Pugliese|Variety

O produtor musical finalmente deu sua versão dos fatos.

Em meados de 2019, Taylor Swift postou uma carta aberta ao público em relação a seus problemas de direitos autorais com a Big Records Machine, gravadora do produtor Scooter Braun.

Além de, então, expor toda a situação conturbada que viveu com a gravadora e os direitos de suas masters, Taylor ainda anunciou sua saída da Big Records Machine. E, portanto, desde então seus lançamentos estão totalmente em suas mãos, até por isso ela está lançando a regravação de seus álbuns que foram veiculados pela empresa de Scooter.

+ Com 30 músicas, Taylor Swift anuncia data de lançamento da nova versão do álbum ‘Red’

Depois disso, então, Taylor ainda tentou comprar suas masters de Scooter Braun, mas elas acabaram sendo vendidas para outra pessoa. Nessa quarta-feira, 23, depois de muita repercussão do caso, o produtor deu, pela primeira vez, suas versões dos fatos.

Em entrevista a Variety, portanto, Scooter Braun deu sua versão dos fatos sobre o direito das masters de Taylor Swift:

“Eu me arrependo e fico triste em ver que Taylor teve essa reação com o contrato… Tudo que aconteceu foi muito confuso e nada baseado no real. Eu não sei qual história foi contada a ela. Eu pedi pra ela sentar e conversar comigo diversas vezes, mas ela se recusou. Ofereci vender de volta sua discografia a partir de um contrato confidencial, mas o time dela recusou. Tudo pareceu muito infeliz. Uma conversa aberta poderia ser tão bom para o entendimento. Eu e ela só nos encontramos rapidamente 3 ou 4 vezes no passado, e todas nossas interações foram amigáveis e gentis. Eu acho ela uma artista incrível e a desejo tudo do melhor.”

Scooter versão fatos Taylor
Instagram
RELAÇÃO COM TAYLOR SWIFT

Além disso, Scotter ainda comentou sobre as acusações de Taylor Swift serem mais pessoais do que profissionais:

“A coisa que mais me destruiu foi a palavra ‘bully’. Eu sou totalmente contra a alguém sofrendo bullying. Eu sempre tento mudar esse cenário e entender (o lado do outro). A coisa que eu fico orgulhoso daquele momento são os meus artistas e time terem me defendido. Eles conhecem meu carácter e verdade. Isso significou muito para mim. Olhando para o futuro, eu estou feliz pelo meu trabalho e o legado que deixei para trás.”

https://taylorswift.tumblr.com/post/188681547320/hug-your-cat-today-or-dont-if-your-cat-hates
CARREIRA PROFISSIONAL

Por fim, Scooter Braun, além de dar sua versão dos fatos em relação as masters de Taylor Swift, o produtor ainda comentou como toda a repercussão do caso o afetou profissionalmente:

“Eu acho que quando você é bem sucedido, você é sempre mal entendido. Sucesso é como um jogo de xadrez, e as vezes, no tabuleiro as pessoas não veem o que você está de fato fazendo até 4 ou 5 movimentos. Sempre vão ter mal entendidos porque as pessoas querem ver as coisas do jeito que elas querem ver. Mas seria muito legal se todos nós nos déssemos um pouco de carinho.”