Fale conosco

O que vc está procurando?

Notícias

Mulher de Bangladesh é ameaçada com violência sexual por ser fã do BTS, entenda o caso

Mulher de Bangladesh é ameaçada com violência sexual por ser fã do BTS, entenda o caso
Reprodução/HYBE Entertainment

Uma jovem ARMY de Bangladesh recebeu ameaça de violência sexual por andar na rua com uma mochila onde estava estampado os rostos do grupo coreano.

Em Bangladesh, um país no sul da Ásia, uma jovem foi abordada por um homem enquanto voltava para casa depois das aulas. A mochila que usava continha os rostos do grupo pop coreano BTS, e foi o motivo pelo qual o homem a segurou violentamente. A jovem compartilhou o relato nas redes sociais.

No relato, a jovem ARMY – nome do fandom do BTS – disse que “estava voltando para casa depois das minhas aulas e eu estava usando uma mochila do BTS e do nada um homem agarrou a minha mochila e disse ‘se você não jogar fora essa mochila agora eu irei estupra-la’. Ele apertou minha mão tão forte a ponto de quebrar meus ossos. Ninguém estava lá e eu estava assustada.”

Em outro tweet, ela continua “Tentei me soltar dele e depois de muito esforço ele me deixou ir MAS continuou segurando minha mochila e me avisou ‘se eu te ver com qualquer coisa do BTS (ele se referiu ao BTS de uma maneira desrespeitosa, gostaria de enfatizar isso) você está morta’”. E compartilhou uma imagem onde fica claro o machucado causado pelo agressor.

As ameaças que rondam os fãs do grupo coreano não são novidade, já que muitos países tendem a ser xenofóbicos e invalidar a entrada da cultura asiática no dia-a-dia daquela localidade. Ou, até mesmo e infelizmente, existem pessoas que acreditam que os sete membros do grupo promovem a homossexualidade, e, por isso, são mal vistos.

Para demonstrar seu apoio, o ARMY de todo o mundo se juntou nessa sexta-feira para levantar a hashtag #EndViolence e WE STAND WITH BANGLADESH ARMY (nós estamos com o ARMY de Bangladesh, em português).

Radialista alemão compara BTS ao COVID-19 e internet se levanta contra a xenofobia
#ENDVIOLENCE E BTS

A hashtag #ENDViolence faz parte de uma campanha que os membros do BTS possuem com a UNICEF desde 2018 como parte da filosofia que ronda a trilogia de álbuns ‘Love Yourself’. Em parceria com a organização, o grupo exige que a violência contra estudantes e os jovens de todos os países tenha seu fim. Que não é admissível que cerca de 150 milhões de estudantes sofram ter sofrido violência dentro e no entorno de suas escolas.

A campanha completa denominada de LOVE MYSELF tem sido renovada ano após ano, com os esforços conjuntos do BTS e ARMY para fazer do mundo um lugar melhor. Segundo a diretora executiva da UNICEF, Henrietta Fore. “Todos os dias os estudantes enfrentam uma série de atos violentos, desde agressões físicas e intimidação até castigos corporais, agressões sexuais e assédio online. Sendo gentis, as crianças e os jovens podem mostrar seu apoio uns aos outros e iluminar o dia de alguém. Somos gratos ao BTS por seu compromisso contínuo em garantir que nenhuma criança tenha medo de ir à escola”.