Fale conosco

O que vc está procurando?

Seriados

Sergio Mayer Mori revela o motivo de ter aceitado fazer parte do elenco de ‘Rebelde’ mesmo não gostando do RBD

Divulgação/ Netflix

O ator falou o real motivo de ter conseguido o papel na série e você precisa saber disso.

‘Rebelde‘ estreou semana passada na Netflix e está fazendo um grande sucesso e, além disso, o seriado já foi oficialmente renovado para sua segunda temporada. No entanto, após se envolver em uma grande polêmica, Sergio Mayer Mori, que interpreta o Estebán na nova versão, falou o real motivo de ter integrado no elenco da série.

 Em entrevista para a revista mexicana Quién, Sergio Mayer deu algumas declarações controversas, mas é grato pelo trabalho que fez. Porém, ele tem suas prioridades.

Vou ser 100% honesto. Não quero parecer indiferente, nem nada, mas não me impressiona qualquer coisa que tenha a ver com a série. Com muito prazer e com muita gratidão eu fiz o que tinha fazer, fiz meu trabalho como ator e todo, mas fora isso, não existe impressão, nem expectativa de nada porque minhas prioridades são outras“.

No entanto, o ator não deixou de falar da experiência incrível que teve ao atuar em ‘Rebelde‘, mas que está preocupado com seu álbum musical.

Foi uma experiência incrível, mas me preocupa mais o que vai passar com meu álbum, como vai começar com a série e com meus projetos pessoais

Netflix

Portanto, Mori revelou realmente que o motivo de ter entrado para série foi pela sua filha de 5 anos.

Eu precisava trabalhar porque minha filha tinha acabado de fazer 5 anos, está na escola e está precisando de coisas. Aulas de ballet, festa de aniversário, ou que seja, e para poder ajuda-la economicamente busquei um casting, porque não estou cobrando a minha música ainda.”

Além disso, o protagonista falou que se sentiu agradecido por ter sido aceito. E graças ao trabalho em ‘Rebelde‘, ele pode pagar a escola de sua filha e qualquer coisa para ajuda-la economicamente.

Quando fui aceito [em Rebelde], me senti muito agradecido por terem me dado a oportunidade, sem me importar com o nome do projeto. O importante é que tenho trabalho e, graças a isso, pude pagar a escola da minha filha, pude dar sua festa e tudo isso que estava buscando.”