Fale conosco

O que vc está procurando?

Música

Pabllo Vittar ganha documentário no Coachella Curated e fala sobre política do Brasil

Pabllo Vittar ganha documentário no Coachella Curated
Foto: Valerie Macon

Pabllo Vittar ganhou documentário no Coachella Curated após fazer história no festival

A cantora Pabllo Vittar marcou a história do Coachella quando se tornou a primeira Drag Queen a se apresentar com show solo neste ano. A equipe de curadores do festival lançou um documentário sobre sua participação com entrevista exclusiva e imagens do Carnaval 2020 em Salvador.

No vídeo para o Coachella Curated, Pabllo Vittar abordou questões sobre o contexto político e cultural do Brasil em relação à vivência da comunidade LGBTQIA+ no Brasil. O documentário expôs a violência e a falta de políticas públicas através de depoimentos de jornalistas e falas do presidente Jair Bolsonaro.

A gente não tem políticas públicas que favoreçam nossa vivência no país, nem como pessoa nem como artista, sofremos muitas tentativas de boicote“, relatou Vittar. “A gente vive uma grande escuridão no país, mas eu considero isso como um avanço também pra sociedade porque a gente acordou e a gente viu o quanto existe de maldade e o quanto as pessoas são preconceituosas, racistas e intolerantes. E fez a gente acordar para uma onda de ‘vamos todo mundo dar as mãos e lutar contra isso’. Mas eu fico muito feliz de poder levar minha arte e minha mensagem cada vez mais longe e saber que não estou sozinha e que minha voz vai ecoar sempre e sempre”.

Assista ao documentário completo:

A artista também contou sobre a reação ao descobrir que faria parte do festival: “Eu fiquei louca quando meu pai me disse ‘Você está pronta? É melhor se sentar porque eu tenho notícias: Você vai se apresentar no Coachella’ e eu fiquei ‘ai, meu Deus, não consigo sentir meu rosto”.

No fim, ainda se declarou para as integrantes do Blackpink, após ter assistido ao show do grupo na edição de 2019 do Coachella. “Lisa, Jisoo, Jennie e Rosé, se vocês estiverem assistindo isso, eu amo vocês!“.

Arrasou, né?!